quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Coisas de Joãozinho...

- Joãozinho, um passarinho me contou que
você anda fumando maconha!!!

- Eu, vovô!!??

Eu não!!

Quem está fumando é você que anda
falando com passarinho!!

Rsrsrs

9 comentários:

brisonmattos disse...

Você e as suas piadinhas do Joãozinho. rs.Amei. Adoraria ouvi-las ao vivo e em cores, sabia? rs

Vivian disse...

...um pouco de bom humor
não faz mal a ngm!

rsrsrs

...aí me vem tbm a reflexão:

será que as pessoas que
se drogam sentem mesmo
a liberdade que buscam?

ou envolvidas pelas teias
da ilusão não se apercebem
da 'prisão' que se
infiltram sem saber?

de qqr forma, 'falar'
com passarinhos em plena
consciência seria uma
gostosa sensação,
não é??? rsrs


pense comigo...

✿ chica disse...

Bom humor é preciso, ajuda sempre!Gostei!beijos,tudo de bom,chica

Poeta Mauro Rocha disse...

kkkkkkkkkk
Joãozinho sempre foi esperto.

Tenha um ótimo fim de quarta e um da seguinte cheio de alegrias.

Bjs

Marcia Melo Morais disse...

KKK E quem fala o que não deve ouve o que não quer...rs bjks!

EDER RIBEIRO disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk. Olha q o Joãozinho tem razão, que eu saiba, só São Francisco falava com os pássaros...kkkk. Bjos.

Jose Torres disse...

Com passarinhos não falo... mas passarões...
Costumo comentar se o frango está bem temperado e saboroso. Não sei se o frango me ouve... (rsrsrs)

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Um dia encontrei com um ex-aluno e fiquei chocada.
Quando era criança, ele era tão lindo, tão bem cuidado, tão amado por aquela mãe e a irmã, ele foi fruto de muito amor, chegou na meia idade dos pais e eu sei o quanto era amado.
E quando o encontrei, o abracei e ele falou assim para mim:Professora, por favor reze para que não morra me drogando, quero parar, mas a sensação de liberdade é tão boa, que me fascina", falei assim para ele, 'meu bem, faça o seguinte a primeira coisa que você tem a fazer é voltar para a casa dos seus pais e deixar que eles cuidem de você, como sempre cuidou e todos nós juntos iremos buscar uma solução para você'.
Ele se despediu de mim e um mês depois ele morreu de overdose em sua casa, diante dos pais.
Até hoje não me conformo com isso e peço a Deus que o tenha em seu reino.
Ele era tão inteligente, engenheiro formado com louvor, tinha um excelente trabalho e amava o que fazia, não sei o que o levou para as drogas...
Vivi, um beijo em seu coração e paz e bem sempre.

myra disse...

hahahahaha!!!! otimo!
beijinhos