segunda-feira, 30 de maio de 2016

Amor e troca!


...a partir do momento que amamos esperando
retribuição, não é amor, é troca.
quem ama ama porque sim.

ama porque é fonte que jorra amor,
e, portanto, não se preocupa
se está recebendo ou não.

os maiores desencontros neste aspecto
nascem justamente porque vamos para
uma relação na ânsia de receber
em troca, tudo que damos.

no exercício do amor não pode haver
egoísmo, não pode haver cobranças,
apenas doação e a certeza
de que amor não se pede,
não se exige, se conquista
 com atos de amor.


pensem nisso...

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Saudades, muitas!


...com uma ponta de nostalgia 
 ...bateu-me uma saudade imensa 
de estar aqui revendo esta casa 
tão abandonada, tão triste, tão 
silenciosa, como uma flor jogada 
ao tempo... 

pensei... 

por quê não realimentá-la, reanimá-la 
com palavras de carinho, sentimento 
que afaga a alma de quem cultiva 
o amor? 

diante destes pensamentos e desejos, 
eis-me aqui 'tocando' vocês, para 
que sintam que eu, embora ausente, 
não os esqueço jamais. 

acho que estou voltando...(risos). 

quem sabe a boa filha à casa torna? 

beijos de carinho n'alma de todos 
vocês que caminharam e ainda
caminham comigo 
por aqui... 

Gratidão Imensa!

__^__

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Pisca Pisca

"A vida, Senhor Visconde, é um pisca-pisca. 
A gente nasce, isto é, começa a piscar. 
Quem pára de piscar, chegou ao fim, 
morreu.


Piscar é abrir e fechar os olhos - viver é isso. 

É um dorme e acorda, dorme e acorda, até
que dorme e não acorda mais.

[...] A vida das gentes neste mundo, 
senhor sabugo, é isso. 
Um rosário de piscados. Cada pisco é um dia.
Pisca e mama;
pisca e brinca;
pisca e estuda;
pisca e ama;
pisca e cria filhos;
pisca e geme os reumatismos;
por fim pisca pela última vez e morre.

- E depois que morre? - perguntou o Visconde.
- Depois que morre, vira hipótese. É ou não é?"
Memórias da Emília - Monteiro Lobato

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O problema!

Um dia morreu o guardião de um mosteiro Zen.

Para pode escolher quem seria a nova sentinela, o mestre convocou
todos os discípulos e disse: - O primeiro que conseguir resolver o
problema que eu vou apresentar, assumirá o posto.

Então numa mesa ao centro da sala, foi colocado um vaso
de porcelana chinesa lindo e valiosíssimo, dentro
um maravilhoso arranjo de flores raras, e disse:

- Eis o problema!

Todos ficaram olhando a cena, o vaso belíssimo,
de inestimável valor enfeitado com as mais
lindas flores.

O que representaria tanta beleza?
O que fazer?
Qual o enígma?

De repente um discípulo saca da espada, olha
fundo para o mestre, dirige-se ao vaso, 
e Zazz!

Com um só golpe, destruiu tudo!

Você é o novo guardião!

Lindíssimo ou não; se for um problema 
precisa ser eliminado!

domingo, 18 de outubro de 2015

domingo, 11 de outubro de 2015

Acalma-te!


"E Jesus, fitando-os, disse: 
Para os homens isso é impossível, 
para Deus tudo é possível."

Seja qual for a perturbação reinante, acalma-te 
e espera, fazendo o melhor que possas.

Lembra-te de que o Senhor supremo pede 
serenidade para exprimir-se com 
segurança.

A terra que te sustenta o lar é uma 
faixa de forças tranquilas.

O fruto que te nutre representa um ano inteiro 
de trabalho silencioso da árvore generosa.

Cada dia que se levanta é convite de Deus para 
lhe atendamos à Obra Divina, em nosso 
próprio favor.

Se te exasperas, não Lhe assimilas o plano.

Se te afeiçoas à gritaria, não 
lhe percebes a voz.

Conserva-te, pois, confiante, 
embora a preço de sacrifício.

Decerto, encontrarás ainda hoje corações 
envenenados que destilam irritação e 
desgosto, medo e fel.

Ainda mesmo que te firam e apedrejem, 
aquieta-te e abençoa-os com a tua paz.

Os desesperados tornarão à harmonia, os doentes 
voltarão à saúde, os loucos serão curados, os 
ingratos despertarão.

É da Lei do Senhor que a luz domine 
a treva, sem ruído e sem violência.

Recorda que toda a dor, como toda nuvem, 
forma-se, ensombra e passa.

Se outros gritam e oprimem, espancam 
e amaldiçoam, acalma-te e espera.

Não olvides a palavra do Mestre quando nos 
afirmou que para Deus tudo é possível, e, 
garantindo o teu próprio descanso, 
refugia-te n'Ele.

(Emmanuel-Chico Xavier)

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Alecrim...quem diria?

Há dias em que se tem a impressão 
de se estar dentro de um espesso nevoeiro.

Tudo parece monótono e difícil
e o coração fica triste.

É a noite escura da alma. 

De repente me veio a lembrança
de que minha avó me dizia assim:

'Você precisa tomar chá de alecrim!'

Fui ao jardim e lá estava nosso viçoso pé de alecrim.


 Confesso que nunca liguei muito para ele.

Mas, naquele dia, com toda reverência,
colhi alguns ramos, preparei um chá
e o servi em uma linda xícara.

O aroma era muito agradável e, a cada gole que bebia, 
senti a mente ir clareando.

Uma sensação de bem-estar e alegria foi se espalhando 
pelo corpo e senti enorme felicidade no coração.

Fiquei muito impressionada com a capacidade 
dessa planta transmitir alegria.

Aliás, o nome alecrim já lembra alegria.

Resolvi pesquisar a respeito e - veja só que maravilha!

O alecrim - Rosmarinos officinalis, planta nativa 
da região mediterrânea - foi muito apreciado 
na Idade Média e no Renascimento, aparecendo 
em várias fórmulas, inclusive a 'Água da Rainha da Hungria', 
famosa solução rejuvenescedora.

Elizabeth da Hungria recebeu, aos 72 anos, a receita 
de um anjo (um monge?) quando estava
paralítica e sofria de gota.

Com o uso do preparado, recobrou a saúde, 
a beleza e a alegria.

O rei da Polônia chegou a pedi-la em casamento!

Madame de Sévigné recomendava água de alecrim 
contra a tristeza, para recuperar a alegria.

Rudolf Steiner afirmava que o alecrim é, acima de tudo, 
uma planta calorífera que fortalece o centro vital 
e age em todo o organismo.

Além disso, equilibra a temperatura do sangue e, 
através dele, de todo o corpo.

Por isso é recomendado contra anemia, menstruação 
insuficiente e problemas de irrigação sangüínea.

Também atua no fígado.
E uma melhor irrigação dos órgãos estimula 
o metabolismo.

Um ex-viciado em drogas revelou que tivera uma visão 
de Jesus que o tornou capaz de livrar-se do vício.

Jesus lhe sugeria que tomasse chá de alecrim
para regenerar e limpar as células do corpo, 
pois o alecrim continha todasas cores 
do arco-íris.

O alecrim é digestivo e sudorífero.
Ajuda a assimilação do açúcar (no diabetes) 
e é indicado para recompor o sistema nervoso 
após uma longa atividade intelectual.

É recomendado para a queda de cabelo, caspa, 
cuidados com a pele, lesões e queimaduras; 
para curar resfriados e bronquites, para cansaço mental 
e estafa; ainda para perda de memória, aumentando 
a capacidade de aprendizado.

Existe uma graciosa lenda a respeito do alecrim:

Quando Maria fugiu para o Egito, levando no colo 
o menino Jesus, as flores do caminho iam se abrindo 
à medida que a sagrada família passava por elas.

O lilás ergueu seus galhos orgulhosos e emplumados, 
o lírio abriu seu cálice.

O alecrim, sem pétalas nem beleza, entristeceu 
lamentando não poder agradar o menino.

Cansada, Maria parou à beira do Rio e, enquanto 
a criança dormia, lavou suas roupinhas.

Em seguida, olhou a seu redor, procurando um lugar 
para estendê-las.

'O lírio quebrará sob o peso, e o lilás é alto demais.

Colocou-as então sobre o alecrim e ele suspirou 
de alegria, agradeceu de coração a nova oportunidade 
e as sustentou ao Sol durante toda a manhã.

Obrigada, gentil alecrim! - disse Maria.

Daqui por diante, ostentarás flores azuis para
recordarem o manto azul que estou usando.

E não apenas flores te dou em agradecimento, 
mas todos os galhos que sustentaram as roupas 
do pequeno Jesus, serão aromáticos.

Eu abençou folha, caule e flor, que a partir deste instante 
terão aroma de santidade e emanarão alegria.'

Bom chá de alecrim pra você!!!

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

domingo, 13 de setembro de 2015

O encontro de duas almas!



"Duas almas são predestinadas quando tem 
uma missão 

cumprir juntas.




 Sendo assim, quando as almas 

se encontram,

tudo 

pode acontecer, podendo haver a 
explosão do amor não vivido 
em outras vidas.


Este amor chega sem ter dia marcado ou 
momento marcado para acontecer. 

Simplesmente chega, e se instala, criando uma verdadeira 
orgia de sentimentos alegres, que modificam todos 
os propósitos e conceitos até então firmados.

O encontro de duas almas tem como foco principal, 
não a aparência física, mas a afinidade entre elas 
existente, e o que o destino a elas destinou. 
Existem momentos de tristeza, causada por uma dúvida 
que machuca, que gostaria de saber o porque de não se 
terem encontrado antes, ainda mais quando o momento 
desse encontro acontece quando não é mais possível 
extravasar toda a plenitude do amor que trazem, 
quando não é mais possível viver a alegria de amar 
querer compartilhar a vida com o outro. 

Então essas almas se sentem sem a possibilidade 
de realizar este amor em total plenitude, o que 
causa um inexplicável sentimento de saudade 
de algo que não foi vivido.


Uma saudade doída de algo vivido em outras vidas, 
saudade daquilo que poderia ter sido, mas que 
por alguma razão não o foi.



Reconhecem, porém, que não haverá retorno para suas 


pretensões, e mesmo estando distantes, entendem 
a alegria, a tristeza, o querer um do outro.

Estas almas falam além das palavras, e aliás, delas 
não precisam, pois se comunicam, se encontram, 
se amam pelo éter, pelo espaço sideral.
São encontros etéricos.


Se o reencontro ocorrer no tempo certo, estas almas 
afins se entrelaçam e buscam a forma de juntas 
ficarem, num processo contínuo de reaproximação 
até a consumação do resgate daquilo 
que vieram cumprir.


Se diferente for, se o reencontro ocorre num espaço de tempo 
diferente do que suas realidades possam permitir, ainda 
assim estas almas ficam marcadas, e nunca conseguirão 
se separar...mesmo que os corpos se separem elas 
continuarão a se sentir, pois almas que assim se 
encontram não mais se sentirão sozinhas, pois 
reconhecerão a necessidade que têm uma 
da outra para toda a eternidade.



São almas que atravessam os tempos, as muitas passagens, 
buscando 

o resgate 
final de seu amor, até que em 

determinada passagem conseguem cumprir o 
resgate 


tendo então seu descanso final, 
quando conseguem ter um lindo dia..."

 Charles Werberg 

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Das insignificâncias!

Naquela noite, depois que todos se gabavam
orgulhosos contando as maravilhas que
realizavam pela vida, o Mestre
chamou-os para fora, e
apontando para o céu,
disse-lhes:
- Aquela é a galáxia espiral de Andrômeda.
É tão grande como nossa via Láctea e sua
luz, a uma velocidade de trezentos mil
quilômetros por segundo, demora
mais de dois milhões de anos
para chegar até nós.
Está formada por cem milhões de sóis,
muitos milhões deles maiores que
o nosso.
Fez uma breve pausa e disse, 
com um sorriso:
- E agora que já nos colocamos
em nosso devido lugar,
vamos dormir.

_______e aí a gente se pega em meio a tantas 

brigas de egos tão desnecessárias diante das 
insignificâncias em que estamos inseridos, TODOS!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Daquilo que não se vê...

Ventava muito naquele dia, e o menino deu um 
pouco de linha, um pouco mais, até que 
pipa ficou tão distante que era 
impossível avistá- la.

Quando olhávamos, tudo que conseguíamos 
ver era um garoto feliz correndo com 
uma linha na mão.

Um homem de terno aproximou- se do 
menino e o fez parar, "Menino, o que 
você está fazendo?"

O menino respondeu: "Estou empinando uma pipa."

"Mas eu não vejo nenhuma pipa...você não vê 
nenhuma pipa...como sabe que 
existe uma pipa?"

O menino olhou muito sério para o homem. 

"Eu sei que existe uma pipa porque 
eu consigo sentir o puxão."

Marc Gafni

pensem...

_^_

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Dance


"Há mais razão no teu corpo do
que na tua melhor sabedoria.

E quem sabe para que necessitará
o teu corpo precisamente da
tua melhor sabedoria?"

Nietszche,
In Assim Falou Zaratustra!!


...já que nada sei,
então eu danço!!

deixo que o corpo relaxe.

deixo que o sangue circule.

deixo que a alma se esbalde,
e os pensamentos levitem
nos ares do bom humor.

dancemos...vem
dança comigo!!

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Das Videiras Celestiais


Deus Todo-Poderoso tem um vinho
para os seus Amigos.

Quando o bebem, ficam bêbados, quando ficam bêbados,
ficam puros, quando estão puros, derretem, e quando
derretem, ficam vazios e livres, quando vazios,
procuram, e quando procuram, encontram e
quando encontram, juntam-se, e quando se
juntam, ficam unidos e quando estão
unidos, não haverá diferença entre
eles e o seu Amado.


...pena que os homens e sua ganância criaram uma enorme
diversidade de 'vinhos' aos quais cada qual deposita
sua fórmula tornando-as com isso incompatíveis
umas com as outras.

pensem...

sábado, 30 de maio de 2015

Benção Celta

No dia que o peso apoderar-se dos teus 
ombros, e tropeçares...que a argila 
dance, para equilibrar-te!

Quando teus olhos congelarem, por trás 
da janela cinzenta, o fantasma da perda 
chegar a ti...que um bando de cores, 
índigo,vermelho, verde e azul 
celeste, venha despertar em 
ti,uma brisa de alegria.

Quando a vela se apagar no barquinho do 
pensamento, e uma sensação de escuro 
estiver sobre ti...que surja para ti, uma 
trilha de luar amarelo, para levar-te 
a salvo pra casa.

Que o alimento da terra seja teu!

Que a claridade da luz te ilumine!

Que a fluidez do oceano te inunde!

Que a proteção dos antepassados 
esteja com você!

E assim...
que um vento teça essas palavras 
de amor à tua volta, num invisível manto, 
para zelar por tua vida, onde estiveres.

Que assim seja!!

E assim se faça.

_^_

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Dos julgamentos...

É muito melhor perceber um defeito em si mesmo,
do que dezenas no outro, pois o seu defeito
você pode mudar.

Dalai Lama

...você já fez críticas hoje?

domingo, 24 de maio de 2015

Das acomodações...



"Existe uma crença hindú em que cada pessoa
vive em uma casa de quatro cômodos:
um físico, um mental, um emocional
e um espiritual.

A maioria de nós tende a viver em um
dos cômodos a maior parte do tempo.

Mas a menos que entremos
em todos os cômodos todos
os dias, mesmo que somente
para mantê-los arejados,
nós não estaremos
completos.

Rumer Godden

...em qual dos 'cômodos' você
costuma ficar mais?
pense...

"eu penso que a sensatez e o equilíbrio,
é que mantém a 'casa' toda arejada,
não facilitando portanto,
excessos e fanatismos que sempre
nos prejudicarão."
bjs

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Fragilidades do Ser...

"Porque em todas as circunstâncias da vida real,
não é a alma dentro de nós, mas sua sombra,
o homem exterior, que geme, se lamenta, e
desempenha todos os papéis neste teatro
de palcos múltiplos, que é
a terra inteira".

Plotino, filósofo neoplatônico, nasceu na cidade
egípcia de Licópolis em 205 e faleceu
em 270 d.C. vítima de lepra.
É autor de "As Enéadas".

...trazemos dentro de nós a fraqueza humana,
esta que nos deixa vulneráveis à todas as
intempéries da vida, sem darmos conta
que a alma, esta é intocável quando
assim decidimos que seja.
pensem...

domingo, 17 de maio de 2015

Caminhos de Osho



"Eu estou em absoluta ignorância; e sou
simplesmente uma criança colecionando
pedrinhas conchinhas à beira-mar.
Eu não sei nada".

"Eu não sei" pode somente ser dito

por uma pessoa que sabe
perfeitamente.

As pessoas que dizem "Nós sabemos"

são pessoas absolutamente ignorantes,
suas memórias estão repletas.

Mas estas memórias são mortas, porque

elas não deram à luz nenhuma
experiência própria.

Osho


...pensa nisso!


boa semana, gente linda!


_^_