quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Das insignificâncias!

Naquela noite, depois que todos se gabavam
orgulhosos contando as maravilhas que
realizavam pela vida, o Mestre
chamou-os para fora, e
apontando para o céu,
disse-lhes:
- Aquela é a galáxia espiral de Andrômeda.
É tão grande como nossa via Láctea e sua
luz, a uma velocidade de trezentos mil
quilômetros por segundo, demora
mais de dois milhões de anos
para chegar até nós.
Está formada por cem milhões de sóis,
muitos milhões deles maiores que
o nosso.
Fez uma breve pausa e disse, 
com um sorriso:
- E agora que já nos colocamos
em nosso devido lugar,
vamos dormir.

_______e aí a gente se pega em meio a tantas 

brigas de egos tão desnecessárias diante das 
insignificâncias em que estamos inseridos, TODOS!

9 comentários:

Paulo Francisco disse...

Um grãozinho... somos um grãozinho...
Belo post!
beijogrande

✿ chica disse...

Beleza de reflexão essa! E tantos e tantos EGOS querendo ultrapassar os outros, se achando... Pena! Falta cabeça pra pensar,não? bjs, chica

jair machado rodrigues disse...

Lembrei de uma música:" o que é que sou sem Jesus, nada, nada, nada". Somos um grão de areis e nos achamos tão gigantes, tão prepotentes. O que esperar da briga de egos da Câmara Federal e o governo da presidente Dilma ? só o que consigo pensar é no meu prejuízo, no prejuízo do povo. Precisamos refletir querida Vivian.
ps. Carinho respeito e abraço.

Manuel Luis disse...

Claro que com a nossa inteligência somos grande para nos auto destruirmos. Falta-nos o instinto.
Lá estou no face, obrigado.
Bjs.

O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkk

Pois é, uma das perdições do mundo sempre foi o "EGO", poucos sabem lidar... kkkkkk

Seu texto alerta é um exame de consciência e reflexão ao que se faz no planeta terra! kkkkkk

Muito mil seu texto moça! kkk

O Sibarita

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, somos uma partícula infama do universo, o mestre é mestre.
AG

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

luna luna disse...

É verdade somos tão pouco e nos julgamos superiores a tudo, mas basta um vento mais forte para nos mostrar como somos insignificantes

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

O que somos afinal?
Grande reflexão querida Vivi!
Um abraço e felicidades sempre.