domingo, 7 de novembro de 2010

Seja!

Em vão demonstrarás o que não és!

Na flor da macieira
podemos ver
a maçã!

...pense

30 comentários:

Franck disse...

Vivian, querida, quero as massas e as maças nesse domingo tão blues...
Bjs*

Hanukká disse...

Penso que sonhar ser não é em vão, milagres acontecem ,beijinhos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Encontrar o nosso EU...nem sempre é fácil.

Deixo um beijinho carinhoso e resto de bom Domingo.

Sonhadora

SolBarreto disse...

Gosto dos seus posts!
Somos o que somos e como somos...

Tatiana disse...

Quando projetamos para além do que vemos... Nos fortalecemos para buscar realizar!
Tenha uma semana maravilhosa!
Beijos com meu carinho

Andradarte disse...

A verdade salta à vista....camuflar...o quê???
Beijo

Chica disse...

Foste fundo...Lindo!beijos,tudo de bom!chica

Multiolhares disse...

se todos fossemos límpidos, como suave seria viver
beijinhos

Sam disse...

Se plantar macieiras, colherá maçãs.

O plantio é livre, porém a colheita, é obrigatória.

Linda imagem, Vivian querida!

Uma flor bela como tu!

Abraços, flores e estrelas...

Antonio Carlos disse...

Olá Vivian,
Ser ou estar num momento, somos sempre os mesmos, a essência não muda.
Apesar que em certas ocasiões, tudo tende a nos extrair do eu interior, um momento vão e estranho.
Beijos e boa semana.

romantic disse...

minha VIVI querida,entendi bem...
mas eu não sabia que era tão bela esta flor de macieira,aqui se aprende de tudo um bjo e te de desejo uma semana maravilhosa!minha fada!

Daniel Savio disse...

Penso que seja o caso de que uma hora, ou outra, demonstramos o que realmente somos...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Suziley disse...

A macieira só pode dar maçãs, a amoreira, só amoras. Assim as pessoas, que nas suas flores internas, já demonstram a árvore da qual nasce o seu fruto. Linda postagem, Vivian querida. Como sempre nos faz refletir. Um grande beijo no seu coração, boa noite :)

Daniel Costa disse...

Vivian

É muito difícil conviver sem mostrar o que se é mesmo virtualmente. Como e o que se escreve dão para entender.

Beijos

ENCONTRO COM A POESIA disse...

DESEJO-TE BOM DIA E OTIMA SEMANA VIVI!BJOS!!!

José Gonçalves disse...

Olá Vivian,

Depois de um final de semana, de correria louca, onde o tempo nunca chega para cumprir todas as obrigações, onde afectos são oferecidos com Amor a quem tanto precisa e tão longe está, eis que chego aqui fora de horas!

E como fora de horas cheguei, já tudo está comentado e documentado, menos um pormenor de somenos importância.

Não fosse eu o tal, que procura ver o outro lado das coisas, olhá-las por outro ângulo, recusando tantas vezes seguir os Caminhos já traçados por outrém mas procurando novos Caminhos para chegar ao mesmo local!

Manias!!!

E o que vejo neste teu desafio?

Vejo diferenças, fundamentais, abissais!

Entre o Ver e o Olhar, há um imenso vazio que tudo transforma e modifica.

Porque numa simples flôr podemos ver um magnífico fruto, mesmo que ele lá não esteja, mas vemo-lo!

Se olhássemos apenas para essa simples flôr, nada veriamos além de uma simples flôr!

Porque olhar e ver não significam alcançar o outro lado da Vida, precisamos estar, cada vez mais, atentos e Olhar com olhos de ver não apenas olhar de relance, fugaz.

Dessa forma, conseguiremos ver o que está por detrás de uma simples demonstração.

Conseguiremos ver, mais além!

Será assim?

Ou talvez não?!

Eu, penso que sim!

E tu?

Um abraço para a moça que me faz pensar mais alto e que eu procuro fazer Sorrir com sincera Amizade!

Até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Andre Martin disse...

Esta flor blanca da foto é uma flor de macieira?
Nunca vi flor de macieira...
Mas já vi maçãs de várias sortes.

Pensando...
Olha: olhei, olhei e olhei e não vi nenhuma maçã naquela flor...

"Só pode ver a maçã na flor da macieira,
quem conhece a maçã e a macieira!
(e quem não for cego, obviamente,
e se houver luz suficiente para ver a flor)"
(Mesdre)

Paula Barros disse...

Ah, Vivian, se esta sabedoria fosse a sabedoria dos dias, da vida, das relações...quantas vezes estas olhando uma macieira, e saboreando um abacaxi...para só depois nos darmos conta do abacaxi que temos que descascar.

beijo

Vivian disse...

...André querido,
aqui neste exemplo eu usei a
macieira e sua flor se abrindo
para parir o fruto, mas isso pode
acontecer com toda a natureza,
com toda a diversidade de flores
e frutos.

e esta é apenas uma comparação
entre nós, seres humanos
e a mãe natureza.

se olharmos para uma laranjeira
em flor, logo deduzimos seus
frutos amarelinhos, porque é
da sua natureza dar a laranja,
a despeito de qqr outra fruta
que ela queira nos dar.

portanto, se somos movidos
pelas emoções, se temperamentais,
se impulsivos, se comedidos, se
amorosos ou frios, logo ficamos
conhecidos como tais, e de forma
alguma convenceremos o contrário,
porque está na essência, está na
alma, e esta é clara em todas
as suas ações e reações,
principalmente aos olhos
atentos de quem olha a vida
com olhos de ver.

acho que me fiz entender?

bj, menino de 'zóioazur'!

Lila disse...

Menina dos olhos lindos...

Tem presentinho pra ti lá no meu blog, espero que aceite.

Bjs meus!

Andre Martin disse...

Uau! Quanta honra ter sua esclarecedora resposta aqui!

Pois então, Vivian, isto reforça o que eu quis dizer:

A dedução está no CONHECIMENTO de quem vê, e não nas flores nem no que se enxerga além!

Se você não sabe o que é uma macieira ou uma laranjeira, e que produzem frutos daquelas flores, nunca poderá imaginar o futuro (mesmo assim, se não bater ventos e outras interferências que impeçam o desenvolvimento daquelas flores em frutos).

A essência que se percebe não está no objeto (ou pessoa), mas na interpretação de quem admira (ou deprecia, ou simplesmente olha)!

Este, conhece (ou não) o que observa.
O outro, simplesmente é, em seu tempo.

Abraço, bela!

Graça Pereira disse...

Linda a foto que colocaste no post de hoje!
Há duas formas de viver a vida:
Uma, é acreditar que não existem milagres.
A outra, é acreditar que todas as coisas são um milagre!
beijão e uma semana feliz cheia de sinhos.
Graça

Blue disse...

Concordo.

Embora... pensando bem...

Uma linda flor, pode não ser sinônimo de uma bom fruto.
Assim como, quem ve a cara, não enxerga o coração.

Mas...

Como a natureza é bela!!!

Beijos

piedadevieira disse...

Ninguém pode se camuflar por tanto tempo, um dia a casa cai,ou a máscara.
Concordo plenamente contigo.
Beijinhos

diariodumapsi disse...

Vivian querida
De fato não se pode ser o que não se é.
Gd beijo

Andradarte disse...

Falando de Amor-----Onde está???

xistosa - (josé torres) disse...

Gosto mais de ver a maçã no vaso de pôr a fruta.
Ou até mesmo na caixa de cartão quando compro aos 15 Kg.
Depois, gosto de lhe espetar o dente e saborear...
Na flor?
Não vejo o nascer de uma vida porque sou 100% materialista.

Machado de Carlos disse...

Em tudo o que é vivo, incluo os humanos, é iniciado em um momento tão belo quanto uma flor!

www.cha-com-biscuit.blogspot.com disse...

Penso que nossa essência só pode ser vista através de nossos atos e nunca por nossas palavras. Palavras são fácieis de serem proferidas, quanto ao nosso comportamento esse sim, nos denuncia.
abraços.

myra disse...

nao é facil...
beijao