quinta-feira, 15 de julho de 2010

“A pata nada. Pata pa, nada na."

“A pata nada. Pata pa, nada na."

Foi assim que começou minha paixão pelas letras que
um dia iriam me fazer desgarrar da inocência mas
também me apresentaria a um mundo mágico, um
mundo de tantas palavras, algumas roubando-me
lágrimas, outras sorrisos, e desde então
nunca mais me separei da leitura diária
buscando emoções, desbravando
pensamentos pelo mundo afora.

Falo da Cartilha Caminho Suave
com páginas todas ilustradas
encantando meu olhar.

Este foi meu primeiro livro
e a minha melhor lembrança
desde que me conheço
por gente!

Ai que saudade gostosa dos meus
tempos de criança!

Post para a Blogagem Coletiva
"Tempos de Criança" convite do blog
"É O Menino Homem?"
que está completando dois anos,
portanto ainda uma criança
cheia de encantamentos.
visitem-no aqui:

http://abraaosousa.blogspot.com/


25 comentários:

VELOSO disse...

Que belo post bem nostálgico mexeu fundo nas minhas recordações rever a capa do Caminho Suave Meus caminhos pode nãotersido muito suave mas a saudade foi gostosa!

Andradarte disse...

Lindo....Por isso eu gosto tanto
de passar por aqui...
Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo post...Espectacular....
Cumprimentos

myra disse...

ah, meus tempos de criança!faz tanto tempo que nem me lembro qual era meu primeiro livro:))))mas so sei, que desde os 7 anos eu ìa na biblioteca de meu pai, e pegava qualquer livro e lia, lia, sem entender gde coisa, lia Tosltoi, que me ficou gravado...e via livros de pinturas do Durer, e lia livros, mas creo olhava mais de que ler livros ilustrados por Gustave Doré, gravuras japonesas, e por ai em diante...desde entao so fiz e faço devorar livros...
beijos teu post é cheio de ternura, minha linda Vivian

A.S. disse...

Vi...

Há momentos distantes que marcam toda uma vida!


BeijOOO
AL

Abraão Vitoriano disse...

"mundo de tantas palavras, algumas roubando-me
lágrimas, outras sorrisos"

Vivian,
tambem lembro dos meus primeiros contatos com a leitura... nada me dava mais encanto que o livro "O barquinho amarelo", simples e ilustrado com vida...

e você é uma das glórias encontradas por aqui, meu adorno de luxo que tanto gosto, como é saudável nadar nos seus sentidos, como é bom saborear suas experiências e aprender e pensar e sorrir...

imagino tambem por você!

fica com Deus!

meu muito obrigado,
do menino-homem

legalmente loira... disse...

oi vivian,
lindo post..
saudades deste tempo...
bjos.
amiga,
eu sou a legalmente mesmo não tem geito rsrsrs
mas quem sabe a ilegalmente as vezes rsrsrs adorei.

Poeta Mauro Rocha disse...

Começei com Monteiro Lobato e seu sítio.

Tenha um ótimo fim de semana.

Ester disse...

Querida Vivian,

Que bela a sua partilha! Está explicado de onde vem tanta inspiração e sensibilidade.
Desde cedo vc nutria a paixão pelas letrinhas e com o decorrer do tempo isto só foi se solidificando,

Posso imaginar seus grandes olhos buscando entender tudo o que via não só na cartilha mas tudo ao seu redor,

doces lembranças, esta é nossa maior herança!


Beijos de alma.~

Franck disse...

Nem é outubro (qdo se comemora o dia das crianças e o meu niver), e já li essa semana 3 posts sobre infãncia, que levou-me a minha: pé no chão, cara melada, subindo em árvores, banho de rio...nossa, que viagem!
Um bom fim de semana!

Estefani disse...

Olá Vivian!!!

Essa cartilha me trás muitas recordações boas. Eu também conheci minhas primeiras palavras nela.
O engraçado é ver meu filho aprendendo nela também. Totalmente nostálgico.

Adorei.

Beijo.

Multiolhares disse...

Não sabemos aproveitar quando somos crianças, e o tempo passa e só depois sabíamos que éramos felizes sem saber
BJ

Juliana Lira disse...

Minha catilha foi "Este mundo maravilhoso" não é minha cara? kkkkkkkkk

Que bom que tivemos esse encantamento pelas palavras não é Viv?


vim matar a saudade e tirar o atraso rsrs

Milhões de beijos

IsaBele disse...

Belo presente nos deu ess Menino-homem. Adorei conhecer seu lugar!

Parabéns pela seu verbo, querida!

Seguindo!

Abraços e sorrisos :)

Luís Coelho disse...

Bom dia Vivian
Você hoje deixou um comentário no lidacoelho que me emocionou. Acredite!
Medo de não poder pilotar o nosso PC.
Chegará sem dúvida esse medo e essa realidade. Ainda assim devemos aproveitá-lo sempre até que se possa, se saiba e se queira fazê-lo.
O pior dos medos é deixar que ele nos vença. Lutar, lutar....sempre até aos cem anos....
Viver é um desafio e estes medos são as provas de que somos capazes de tantas e tantas coisas !......
Se Deus quiser vamos ler-nos em muitas vitórias sobre os medos que nos habitam....
Beijinhos em seu coração.

CARLA FABIANE... disse...

oláa!
que saudade que bate, né?
tempos doces aqueles.
um beijo em seu coração, de criança!

Paula Barros disse...

Lendo suas lembranças e sua emoção e vendo a capa da cartilha, lembrei de alguns livros meus. Como era gostoso viajar através deles.

beijo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá querida!
Lembro-me deste livro; eu era tão pequenina.
Poderia ser a minha melhor lembrança, mas não é. Ter que desaprender é um pesadelo.
Beijos*
Tenha um Lindo Domingo!

Antonio Carlos disse...

Oi Vivian querida,
Fa lembrar quando eu era criança, tinha dificuldade pra aprender a ler, escrever eu sabia.
Deixo meu beijo, bom fim di e sábado pra vc!

MEUS PENSAMENTOS disse...

sim vivi muitas saudades!!!esse mar hummm,td de bom!

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Como sempre um belo poema, adorei.

beijinhos com carinho
Sonhadora

J Araújo disse...

Parabéns pelo seu blog. Gostei muito do espaço aqui.

bj

tossan disse...

Pra enfrentar esse mundo tão cibernético de hoje a saudade da época de menino faz moradia no corredor do tempo. Bravo moça! Gosto muito da música! Beijo

Daniel Savio disse...

No meu caso, não teve algo mais ludico, mas foi a cartilha normal...

Mas devo dizer que li bastante da Turma da Mônica.

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Condomínio Morada das Nascentes disse...

A pata nada, é a 1ª lição da Cartilha Sodré e não do Caminho Suave