domingo, 21 de fevereiro de 2010

Velhos Hábitos!

"as velhas fotografias enganam muito, dão-nos
a ilusão de que estamos vivos nelas,
e não é certo.

a pessoa para quem estamos a olhar já não
existe, e ela, se pudesse ver-nos, não
se reconheceria em nós."

José Saramago

...e pensar que, como força de hábito, temos
o péssimo costume de buscar o passado
esquecendo-nos de viver o agora.

pensem...

25 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Concordo, minha querida****************************
Por isso que eu *não, não me lamento de nada*.

Ficar lamentado-se é pôr *traves nos olhos* (adorei este seu comentário!!!).

Simplesmente, esqueço e bola pra frente*****************************

Muito obrigada sempre!
Beijos imensos, Linda Vivi!
Bom Domingo*
Renata

direitinho disse...

Ola Vi
Mas as nossas recordações são boas e ajudam a viver cada dia melhor.
Nas fotos não guardamos só os que já partiram, guardamos tantos momentos que nos construíram e que nos faz bem recordar.
Em muitas fotos nós relembramos momentos especiais que marcaram um rumo diferente aos nossos dias.

Juliana Lira disse...

Viv

Das verdades colocadas aqui no InFoco, essa é uma das que mais me tocou!Talvez porque por vezes me perco no passado...
Tenho certeza que o meu passado também não se reconheceria.
Vou tentar viver o presente e focar no presente!

Milhões de beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Começe a segunda feira fazendo uma limpeza!
Varra de seu coração:
a tristeza, a angústia, a aflição,

Varra de sua vida:
a inveja, a maledicência, a fofoca

Varra do seu corpo:
a preguiça, o tédio, os maus pensamentos

Varra de seu caminho:
o mau olhado, o mau agouro, o mau pressentimento

Deixe fluir a alegria de sua alma
Trabalhe seu corpo para o bem

Agradeça por seu trabalho
e acima de tudo
começe sua semana com
FELICIDADE no coração

Pois novos horizontes se aproximam
novas alegrias irão chegar
e seu coração
estará pronto pare receber tudo isso.

Desejo a você, uma linda semana!

beijooo.

Rosan disse...

oi Vivian.
tens razão fotos antigas revelam coisas que na maioria das vezes não existem mais...
casamentos que acabaram, filhos bebes que já se vão anos...vidas que já são totalmente diferente, mesmo em sentimentos....
e se nos prendemos a elas nos perdemos neste mundo que não existe mais.

boa semana.

beijo de luz

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Este me foi dedicado e eu dedico a vc, mais do que merecido.

*Maravilha* e ++++++ é Vívian!

é

*MAGNIFICAT


O êxtase dos olhos

O brilho da presença

É o Amor que invade:

e me domina.*
Marcos Andrade

Beijos***********************
Renata

HSLO disse...

É preciso viver o hoje, brindando a vida, nossos amores e nossa familia.

amei a reflexão.


abraços


Hugo

xistosa - (josé torres) disse...

É uma verdade verdadeira (rsss, rsss, rsss).
Nem eu me reconheço.
Mas avida não para ...

Uma boa semana.

Carmem L Vilanova disse...

Querida amiga,
O mês de fevereiro tem sido uma luta para mim, e o corre-corre não está me deixando vir aqui com a frequência desejada, mas quando tudo se normalizar no mês de março virei com a alegria costumeira a ler e ver todas as novidades por aqui.
Beijos, flores e muitos sorrisos... sempre!

Dauri Batisti disse...

É um exercício exigente este de viver o presente. Sempre estamos resvalando ou para o passado ou para o futuro.

beijo

Desnuda disse...

Ô Vivi...É verdade, amiga!

Linda semana e beijos com flash!

Rafaela Andrade disse...

Bom, quando a saudade é apenas um lembrança gostosa e não tristeza por não ser aquilo que se era. beijos!

Nanda Assis disse...

humm eu faço muito isso.

bjosss...

Abraão Vitoriano disse...

é quase um vício rebobinar. é uma navalha que faz da barba o bigode de antes. por sermos humanos somos histórias, e isso é luxo, estampar cada capítulo. e por sermos humanos temos que aprender que escrever no livro e com um borrão sujo, se tentamos apagar piora ainda mais a gravura. a nossa caligrafia deve andar pra frente, colocando os pingos nos "is", e antes disso, não esquecendo do ç de coração e o f de futuro...

beijos,
e carinho bem muito...

do seu homem-menino

Mai disse...

É exercício que faz render o tempo do homem que faz seu próprio tempo. Mas mesmo assim é necessário não esquecermos quem fomos, somos e seremos e, se esquecermos o pregresso e a semeadura, o que colheremos amanhã? SE e quando o amanhã vier?
Cada traço é um fato, cada ruga um laço que amarra ou liberta.
Beijos, Vivian, boa semana

myra disse...

eu nao acho que é preciso olhar as fotos de antes para se lembrar das nossas pessoas queridas..e se olhar, sao sempre saudades, um pouco melacolicas, sim, mas nao tristes...lindas!!! e nao esquecemos de viver Agora...impossivel..a vida nao deixa!!!
beijos

Barbara disse...

Passado está no sangue, no DNA e em algum tipo de "chip" em algum lugar da memória seja individual ou coletiva.
Por isso mesmo ele flui sem que precisemos cutucá-lo e é bom mesmo não cutucar.
Atá porque o presente já é por demais pleno de texturas.
Na roca, no tear, nas tinturas, isso o tempo todo...
Obrigada.

Hod disse...

Vivi, maturalmente simples assim.
Jogar fora tudo que não amplia ou amplifique.
Encontro ecos retumbantes nessa chave.
Grato por sua visita e o sentir que deixastes em minhas atmosferas.

Forte abraço qocm muitas bençãos querida amiga,

Alôha,

Hod.

Joshuatree disse...

Pois é Vivi, nunca somos iguais amanhã, mas mantemos a aparência que melhor traduz pensamentos, idéias ...
A inconstância do mundo, nos faz aperfeiçoar sentimentos.

Beijo.

Celso Andrade disse...

Lindo, parabéns pelas belas palavras!

Maria Dias disse...

Tenho pena de ver o tempo se ir sem eu poder fazer nada.Talvez por isso sempre me encantei com as fotografias(principalmente as antigas)q marcam um tempo em q nao vivi.Costumo registrar tudo que posso nas fotografias para depois relembrar o q já se foi.Eu gosto de sentir saudades.

Beijinhos

Maria

Bia Maia disse...

Águas passadas não movem moinhos...

A vida é HOJE, JÁ e AGORA!

Linda segunda feira para ti!

Beijos com carinho!

Bia

Mariah disse...

temos (ou eu pelo meno tenho) o hábito de enfeitar o passado...com ares de nostalgia...e deixá-lo bem mais belo do que realmente foi.

Daniel Savio disse...

Discordo Vivian, eu não diria que a pessoa morreu, pois pensar assim seria menosprezar os nossos resultados...

Mas concordo que refugiar no passado não seja solução, mas compreende-lo, talvez seja a chave para um melhor futuro.

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

paula barros disse...

Ainda acredito que o bom entendimento do passado, e por vezes precisamos de ajuda, colabora a nos centrarmos no presente.

Mesmo não sendo fácil, porque o presente é muito rápido...e logo é passado, e logo vem o futuro.

beijo