quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Das Buscas!

Sempre corri atrás de mim como uma criança
atrás de um balão levado pelo vento.
Eu era o vento e não sabia.

Alexandre Brito

17 comentários:

Vivian disse...

...a algum tempo aprendí que
a vida não é feita de questionamentos.
aprendí que quanto mais quero saber, mais ignorante me sinto.
aprendí também que as respostas vem embutidas nas questões,
e que para isso basta que eu observe minhas ações.

direitinho disse...

Olá Vivian
A vida também é feita de perguntas e tantas são elas que muitas mesmo ficam sem resposta.
A vida é sonho trazido no vento que nos leva a correr como as crianças em busca de uma ilusão

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Não sabia que era o vento até que um belo dia um ser me deu um lápis lilás e disse para eu me colorir e me buscar. Conheci-me.
Lindo*
Beiijos Vivi querida!
Renata

Andréia A disse...

Oi Minha amada...

A vida é um eterno questionamento. para nós que temos sede de "saber" e quanto mais temos esta, sede mais nos sentimos insasiaveis de bebericar a agua da sabedoria.
Quanto mais queremos saber mais tomamos consiencia do quanto ainda não sabemos essa é a mais pura verdade!!

Beijos carinhosos de uma pessoa que te admira muito!!

Hod disse...

Buscadodres que somos Vivi, encontrar sempre é bastante gratificante.

Beijo, amiga com muitas bençãos.

Hod.

Daniel Savio disse...

Menina, a gente não só corre atrás do nosso próprio balão, corre tambem atrás do balão de outros pessoas especiais...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Nanda Assis disse...

boa frase.

bjosss...

Isa disse...

Só você VIVI,para me deixar encantada com coisas,aparentemente, tão simples e que são profundas!
Adorei e pensei mesmo.
Beijo.
isa.

HSLO disse...

Brilhante!

Ilaine disse...

Oi, Vivi!
Eu era o vento e não sabia.
Se não houvesse essa constante busca por mim mesma...

Bom vir aqui e encontrar essas sábias palavras. Me fazem bem Ah, adorei "Verde alecrim". Obrigada!

Beijo

Braulio Pereira disse...

a vida é olhar o infinito nao sabemos nada.
o nosso sentimento sim sabemos.

feliz fim de semana

cuidate ternura!!


besos!!

Elcio Tuiribepi disse...

Eu quero continuar vento, ventando palavras e poemas por aí...
Quero me deixar levar por mim mesmo...as vezes brisa, noutras vezes vendaval...rsrs
Um abraço na alma...bjo

Franzé Oliveira disse...

Desde cedo deixei de ser cabeça de vento.
E sempre questionei.
Imagine que chato eu fui sempre dizendo "por que?".
Nunca me satisfiz com as respostas, queria sempre algo mais.

Beijos menina linda.

Dauri Batisti disse...

A vida e o vento, belo comparação. O balão pode bem significar certas ilusões que nos prendem por um tempo e nos limitam, Depois vem a descoberta...

Beijo.

A.S. disse...

Vivian...

És vento sim... mas podes ser uma doce brisa!


Beijos
AL

walter disse...

Tudo está ao nosso alcance, basta que olhemos para dentro de nós mesmos...

Bom fim de semana

Beijinho

paula barros disse...

A busca de mim, é o vento que me move. Mas tem horas que cansa, feito você diz acima, sobre tantos questionamentos.

Vou pensar...e viver mais.

beijo