terça-feira, 30 de agosto de 2011

Pense...




20 comentários:

Vivian disse...

...quem acompanha um pouco
da minha luta diaria como
cuidadora de uma vítima
de AVC sabe do que estou
falando.

o que nos separa das falculdades
saudáveis para uma prostração
repentina é apenas um átimo
de tempo.

vejam o exemplo do técnico
Ricardo Gomes, acometido
de um AVC no último domingo
enquanto dirigia seu time
carioca, Vasco da Gama,
e hoje, dois dias depois,
encontra-se internado,
sedado, operado, e à mercê
das sequelas que
provavelmente fatalmente
já se instalaram em seu
físico.

esta é a delicada linha que
nos ata ao carretel chamado
'corpo', e que tantas
vezes o relegamos aos
excessos.


é para se pensar, não é?

sagitario disse...

a vida nao nos deve nada, ela e a nossa dona e nos temos de a tratar muito bem para termos realmente uma vida boa.
Por´´em aparecem as consequ^^encias e essas ninguem controla, nem a propria vida.

Nos temos tao pouco tempo ca neste mundo e ainda por cima nao somos donas dele o que podemos realmente fazer e ter paz de espirito e agradecer todos os dias por mais um dia vivido.
Ha um frase que gosto particularmente, j´´a lhe atribuiram tantos autores, mas acho que e de todos nos e diz assim.
"a dor e inevitavel, mas o sofrimento e opcional"

Muita paz e muita luz para si e para a sua mae

Sotnas disse...

Olá Vivian, que tudo esteja bem contigo!

Pois é, e tantos a tem tão saudável e nada fazem para merecê-la, enquanto outros ainda que repletos de problemas com a sua ainda encontra alento pra ajudar o próximo.
Eu costumo pensar que a vida seja um filamento de lâmpada, onde uma sobrecarga qualquer pode decretar o fim.
Bela postagem Vivian, um pensamento que muitos preferem ignorar!

E eu grato por tuas visitas e comentários deixo meu desejo que você e todos ao redor tenham intenso e feliz viver, abraços e até mais!

isa disse...

É para pensar sim!
É para ter atenção!
É para ñ exagerar...
Beijo.
isa.

Ingrid disse...

querida Vivian,
este fio é tênue e frágil..
há que cuidar sempre..
beijos linda!
e obrigada pelo teu constante carinho..

EDER RIBEIRO disse...

Vivian, eu convivi com uma tia (hoje moramos em estados diferentes) que era de uma religiosidade ferrenha, mas descuidava do corpo, e eu sempre dizia para ela que o corpo era a casa temporária do espírito, mas ela nunca me deu ouvidos. Há cinco anos teve um avc. Eu, por natureza (meu corpo sempre recusou o álcool e o cigarro) tento levar uma vida saudável, me alimentando mais de vegetais e frutas e ingerindo pouca carne, lógico que tb cuido do espírito. Um bj enorme em vc, pessoa linda. erentes) que era de uma religiosidade ferrenha, mas descuidava do corpo, e eu sempre dizia para ela que o corpo era a casa temporária do espírito, mas ela nunca me deu ouvidos. Há cinco anos teve um avc. Eu, por natureza (meu corpo sempre recusou o álcool e o cigarro) tento levar uma vida saudável, me alimentando mais de vegetais e frutas e ingerindo pouca carne, lógico que tb cuido do espírito. Um bj enorme em vc, pessoa linda.

Liza Leal disse...

Venho aqui me confortar,,,
Assistir, aprender e sentir tua força, num momento bem oportuno.

Um pensamento q li e adorei:
"O ser humano é + frágil q mau"
(axo q o autor é Jesus de Nazaré)

bjim, linda!

✿ chica disse...

Se é pra pensar,Vivian!!!

É incrível isso!

Belo alerta! beijos,tudo de bom,chica

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha linda e amada por mim e pelos blogueiros!
O contexto é muito forte,a história é polêmica e nós só temos que seguir regras...
Bjssssssssssssss

BRANCAMAR disse...

É verdade querida Vivian.

A linha que nos separa de um qualquer motivo que nos tire a saúde é muito ténue, por mais cuidados que tenhamos. Não passo o tempo a racionalizar isso, mas racionalizo muito que somos finitos e que o momento presente é o que conta.
Gostei muito da frase que Sagitário deixou, talvez por também ser Sagitário, optimistas por natureza:
"a dor é inevitavel, mas o sofrimento é opcional".
Isto pode ser difícil, mas é possível e creio que tu sabes, porque tens uma alma linda, capaz de se dedicar a todos, mesmo tendo a teu lado um doente de AVC.

Para ti o melhor do mundo, que é tudo o que mereces.

Beijinho de muita amizade.
Branca

Graça Pires disse...

Tão fina e tão frágil que a qualquer momento pode partir...
Um beijo.

Manoel Britto disse...

a fragilidade desse fio é assustador...

Sandra Puff disse...

Querida, Vivian....querida mesmo!
Sempre carinhosa com todos e vivenciando uma experiência tão difícil...mas não impossível para Deus.
Minha flor, se isso pode confortar, minha mãe teve um AVC, do nada, sempre fora saudável. Nossa vida mudou, a dela então, nem se fala.[quando lembro, choro]. Ela ficou 1 mês no hospital, meu pai que é forte enfraqueceu e fez companhia em corpo, pois estava destruído...meus irmãos moram longe, o mais novo que eu, super ocupado. E como conheço minha mãe, ela nunca gostou de quartos isolados, colocamos com mais 1 pessoa, comida do hospital ela não comia[ eu sabia porque ela tinha uma crises de bronquite alérgica, então ela me falava sobre os hospitais].Cuidava aqui em casa mais ou menos e saia, levava desde o café, depois almoço, dava banho, cuidava de meu pai, das horas que ele se sentia fraco, dava uns chacoalhões nele...rsss[Eu o Amo, sou unha e carne dele]. Eu sei que mulher faz muitas coisas ao mesmo tempo, eu parecia um furacão. Teve um dia que levei um tombo quase à noitinha, cheia de pratos marinex...me doeu até o fio de cabelo...rs, levantei num pulo porque tinha meu filho em casa. Sei lá...aprendi tanto, passeava pelo hospital e onde tinha pessoas sozinhas eu conversava e apoiava. teve uma vovozinha que me pediu para, pasme!, "escovar a dentadura dela"...rs, estava em um esconderijo dentro do armário...eu fui lá e escovei, deixei brilhando...
Eu sabia que Deus me ajudaria no que fosse possível...e lea veio para casa boa...o que ficou nela...as vezes fala devagar, pois pensa antes...pausa...no mais está perfeita. É linda, que eu adoro tanto. Teve todo o processo de fisioterapia...longo...mas ai eu estava tranquila. Lá em casa também teve as depressões que castigam a alma e debilitam o corpo...Mas, eu aprendi, eu também já estive bem doente[falo isso para não parecer que é fácil pois nunca tive nada]...as pneumonias...por causa do frio aqui, a depressão...etc...
Mas aprendi com minha mãe...que o coração é bom, devemos ser amáveis, ajudar sempre, e respeitar a dor do outro, só ele sabe como dói. E nunca desistir.
Vivian, abri meu coração aqui, sou bastante discreta com esses assuntos, mas acredito que sua casa é lar querido.
Um abraço carinhoso, querida
Melhoras aos Teus.
Te adoro.
Sandra

Eduardo Miguel disse...

Custuraremos tudo com carinho em dias melhores por formar um tecido que nos cubra em alegrias, o resto nem se sabe? ontem não me alcançou amanhã ainda chegará e agora e neste momento o importante é assim viver o pensar que seu agora também é meu! linha e agulha para todos então! bjs Vivi!!!

Vivian disse...

Bom dia,Vivian!!

É pra se pensar, e muito minha querida!! Na vida vamos aprendendo... nem todo o aprendizado é fácil...

Beijos pra ti!
Fique com Deus!!

Dan disse...

Oi Vivian,

Bonito, a vida é tudo que realmente temos, assim devemos nós cuidar e não comerter excessos.

Abraços e força.

Graça Pereira disse...

Saudades deste espaço!...Estive fora, de férias!
A cortina que separa a vida da morte, é tão ténue que eu acho que nem existe... Como diz o nosso amigo Ricardo Calmon, a vida é de facto, pura magia!!
Beijo carinhoso.
Graça

Sandra Puff disse...

Oi, querida Vivi...vou chamá-la assim...
Eu creio que só você pode imaginar e saber de sua dor...., pois fiquei pensando...a pessoa em questão é seu Alicerce e hoje precisa do seu Amparo.
Quero muito desejar Luz a você e que Deus, de alguma maneira, possa suavizar tudo.
Um abraço forte, minha Flor de Cactos [ eu adoro, pois mesmo bela e frágil suporta toda a sorte da aridez]...
Bjs,

myra disse...

a vida é linda, mas as vezes temos que dar-lhe um golpe senao quem nos golpeia é ela:))))
beijos minha linda Vivian

Paula Barros disse...

E a gente tanto estica que parte a linha fininha da vida.

beijo