sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Dos gestos que nos salvam!

Conta-se uma história de um empregado
em um frigorifico da Noruega, que
certo dia ao término do trabalho,
foi inspecionar a câmara
frigorifica.

Inexplicavelmente a porta fechou-se
prendendo-o assim, dentro
da imensa câmara.

Bateu na porta com força, gritou por socorro mas
ninguém o ouviu, todos já haviam saído para
suas casas e era impossível que alguém
pudesse escutá-lo.

Preso alí por mais de 3 horas seu
corpo sentia-se debilitado e com
a temperatura insuportável.

De repente a porta abriu-se e o vigia
entrou na câmara resgatando-o
da morte certeira.

Depois de salvar a vida do homem,
perguntaram ao vigia:

Porque foi abrir a porta da câmara
se isto não fazia parte da sua
rotina de trabalho?

Ele explicou:

Trabalho nesta empresa há 35 anos, centenas de
empregados entram e saem aqui todos os dias,
mas ele é o único a cumprimentar-me ao
chegar pela manhã e despedir-se de
mim ao sair no fim do dia.

Hoje pela manhã disse-me “Bom dia”
quando chegou.

Entretanto não despediu-se de
mim na hora da saída.

Imaginei que poderia ter-lhe
acontecido algo.

Por isto resolví procurá-lo
e assim, o encontrei.

...à quantas pessoas você dirigiu
ao menos um sorriso hoje?

pense...

19 comentários:

✿ chica disse...

Tudo pode mudar com apenas um sorriso, uma atenção à alguém...LINDO! beijos,ótim0 fds,chica

Gilmara Wolkartt disse...

Ei Vivian,
Essa é a lei do universo, tudo que damos recebemos de volta. Linda e reflexiva história, foi muito bom ler, um aprendizado!
Bom final de semana.
Gd beijo

EDER RIBEIRO disse...

Gesto simples que não nos custa nada praticar, mas poucos o exerce. E por falar nisso, uma boa noite e um excelente final de semana repleto de Luz.

shan-Tinha disse...

lindo demais, adorei a lição! quantos esperam e contam com nosso sorriso!
bj linda, que teus dias sejam de paz e alegria e afagos dos que te cercam!

Sandra Puff disse...

Oi, Vivi...
Que linda mensagem!
Na minha cabeça eu tinha certeza que já era seguidora, desculpe...mas agora já sou.
Vivi, vi em blog...quem é Flávia?, realmente é um anjo...caso queria me contar...não publicarei no blog...Rezarei por ela...
Um beijo carinhoso em seu coração.
Sandra

Pensador disse...

Verdade. Às vezes uma coisa tola, um simples gesto pode fazer toda a diferença.
E não custa nada...
Beijos!

tossan® disse...

Hoje não sei o que dizer, talvez envergonhado por dentro...Você Vivian sempre nos recordando aquilo que já sabemos e as vezes esquecemos. Lindíssimo! Beijo moça

Emíliana disse...

Bela,te fiz um convite,esperando a resposta até amanha ok?Passa no blog e me deixa teu e-mail,pq o daqui te enviei e vc nao me respondeu ainda...rsrs,bjka

placco araujo disse...

Vivi..eu sou como o vigia... eu não só cumprimento as pessoas, como, ao ser atendido num restaurante, pergunto o nome do garçon, e muitas vezes, ao voltar ao restaurante, procuro ser atendido pelo mesmo, ou se não dá, pergunto também o nome do próximo... pois gosto de gente, não de cargos ou funções..

Um beijo, e gosto desta sua linha de textos também...

Sandra Puff disse...

Oi, Vivian querida, obrigada pela resposta.
Enviei um email para seu hotmail...estou deixando recado aqui, caso, por algum motivo o email vá para o Spam....lixeira,,,
Eu agradeço também seu comentário gentil...carinhoso..
Um beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes a vida é tão simples como um sorriso...talvez sejamos nós que a complicamos.

Como sempre deixas uma mensagem linda e eu deixo-te o meu beijinho com carinho.

Rosa

Odele Souza disse...

Sorrir, ser gentil, dizer bom dia. Custa tão pouco e o retorno é imenso.

Bonita história querida.

Beijos de Odele e Flavia.

Andre Martin disse...

Bela história, com boa mensagem!

Só que, para ficar preso numa câmara frigorífica e (quase) morrer de hipotermia e congelado, não precisa ser na Noruega! Basta ter um azar daqueles! (em qualquer lugar do mundo onde haja frigorífico e fique trancado do lado de dentro)

Ma Ferreira disse...

Vivi.. tenho o hábito de chamar as pessoas pelo nome.

E quando ouçço alguém me cgamar pelo meu nome, me sinto especial, unica..

Acredito que devemos agir com as pessoas do mesmo mode que gostamos que agissem conosto.

É sempre aquele desejo refltido.

Lindo domingo a vc!!

O Profeta disse...

Um barco parado no cais de espera
Amarras soltas do frio ferro
Uma gaivota adormeceu sem penas
Uma criança chora no meio do aterro

Cheio de penas amarro a alma
Uma saudade arrocha meu peito
Sou um caçador de nuvens breves
Um romântico sem ponta de jeito

Um barco de papel perdido do norte
Roseira plantada num campo de pedras nuas
Uma casa perdida da sua cidade
Um labirinto feito de mil e muitas ruas


Doce beijo

Paula Barros disse...

Preocupar-se com o outro, olhar o outro, sorrir para o outro...gestos que se não tivermos cuidado vai ficar em extinção.

beijo

lidacoelho disse...

Li esta história em outro blogue e só sei dizer que o homem teve a sua hora de agradecer o dom da vida.
O outro que o salvou foi guiado pelo seu coração de bondade.

Haverá sempre alguém que precisa da nossa mão para se levantar e sorrir...

Severa Cabral(escritora) disse...

Oi minha linda de olho !
Namoro tanto esse olho azul cheio de remanso,kkkkkkkkkkk
São os pequenos gestos que nos fazem grandes...
Bjssssssssssss

rodrigobernardo2010 disse...

muito legal...