terça-feira, 25 de novembro de 2008

A Arte de Escrever!

Deve-se escrever da mesma maneira como as
lavadeiras lá de Alagoas fazem seu ofício.
Elas começam com uma primeira lavada,
molham a roupa suja na beira da lagoa
ou do riacho, torcem o pano,
molham-no novamente,
voltam a torcer.
Colocam o anil, ensaboam e
torcem uma, duas vezes.
Depois enxaguam, dão mais uma
molhada, agora jogando
a água com a mão.
Batem o pano na laje ou na pedra limpa,
e dão mais uma torcida e mais outra,
torcem até não pingar do pano
uma só gota.
Somente depois de feito tudo isso
é que elas dependuram a roupa
lavada na corda ou no
varal para secar.
Pois quem se mete a escrever
devia fazer a mesma coisa.
A palavra não foi feita para enfeitar,
brilhar como ouro falso;
a palavra foi feita
para dizer.
Graciliano Ramos
1892-1953
este post é feito em homenagem a todos
os blogueiros que realmente lêem
nossos posts, e que obviamente
sabemos quando isso acontece,
porque questionam o
assunto em questão...
blogar é isso...


44 comentários:

paula barros disse...

rsrsr hoje nem vou te questionar linda que enfeita a minha alma.

Lendo e pensando, que não tenho paciência para lavar roupa, nem para enxaguar minhas palavras.

abraços bem apertadinho.

Pelos caminhos da vida. disse...

Amiga agora vc arrasou com quem visita,não lê e ainda comenta,rs.

Adorei,enfim existe isso na blogsfera.

Um gde abraço e mais uma vez obrigada pela sua visita,e seu comentário que sei que vc lê mesmo.

bjs.

Juliana disse...

"Pois quem se mete a escrever
devia fazer a mesma coisa.
A palavra não foi feita para enfeitar,
brilhar como ouro falso;
a palavra foi feita
para dizer."

Perfeitas as palavras, não tem nem o que acrescentar!
Mil beijos

Tata disse...

Oi Vivi,

A palavra foi feita para tranbordar aquilo que se sente, e a escrita escorre pelos dedos e passa para o papel todo sentimento humano.

Sou a favor de que se escreva o que quiser, besteiras, bobagens, clichês... o que se sentir vontade.
Com tanto que não seje preconceituoso e nem falte com respeito está valendo, fazendo nexo ou não! O que vale é extravassar a emoção!
Deixar a caneta ou tecla dizer para o papel ou tela aquilo que vc precisa dizer no momento.

beijinhos

tossan disse...

Oi Vívian, puxa vida eu nunca li tantos comentários assim como hoje.
Mas blog é assim mesmo é polêmico as vezes. A sua postagem é perfeita e a anterior mais ainda me faz pensar até agora. Bj

FRAN "O Samurai" disse...

Oi querida!

Essa postagem vai doer em muitos blogueiros preguiçosos! Rsrsrsrsrs!

É duro mais é verdade, muita gente pensa que blogar é só ter um blog bonitinho, escrever suas coisas e comentar nos demais blogs sem ao menos dar o luxo de ler e entender a postagem. Só pra chamar atenção para seu próprio espaço.

Não quero ser polêmico aqui e criticar ninguém, não sou o dono de nenhuma verdade, mas sou uma pessoa de opinião e acho as vezes triste a gente postar algo que tenha um bom conteúdo e passar uma palavra amiga e depois ter de ler comentários do tipo:

-Achei legal!

-Gostei!

-Bacana seu post.

(e só)

Poxa! É meio triste ver isso, mas como eu falei, não quero ser polêmico, apenas expresso minha opinião. Pois acho que blogar vai além de postar conteúdo e sim de fazer comentários de conteúdo!

Blogar é trocar experiências e pensamentos.

Falei demais já! Rsrsrsrs!

Agora vou lavar minhas roupas em meu Blog!

Beijos de seu pupilo.

Esse foi "o" post! Rsrsrsrs.

Cassius Vallim... disse...

Caramba, eu acho que não dou tantas repassadas dessa forma nos meus textos... e as palavras conseguem sim, enfeitar bastante, deixar um simples assunto de uma forma brilhante (como ouro falso?), mas elas foram feitas simplesmente para dizer... e o conteúdo é o que interessa... se for escrito de uma forma bela, melhor ainda ;-)

Ahhh... montei um blog novo, decidi separar os videos e já estou tendo novas idéias pra ele... Se quiser, dá uma passada lá: http://quase-cinema.blogspot.com/

Ahhh(2)... me adicionei como seu seguidor rs...

Bejos.

Anônimo disse...

pois e...e linda que 'e vc.
Beijos da Lucia

Christi Xavier disse...

Olá, bom dia querida !!!

Esse texto de Graciliano é meu preferido, a forma que ele na verdade dá o Valor ás palavras, ao que se quer dizer com elas, e a importância do destino que elas traçam ao chegar no coração de quem as precisam.

Palavras destroem, Palavras salvam as pessoas... em tudo, a Poesia nos resgata a alma e a beleza dentro de nós, derruba a barreira da amargura, do calado, da ignorância incubada...

O dever de escrever nos chama. Que seja sempre com toda a honestidade e que seja visceral sempre o que de nós vier, em forma de escrita.

Grande beijo,

Christi

Carla Sofia disse...

Esse é um dos meus objectivos. Escrever para alguém e não somente soltar palavras. Concordo inteiramente com esta analogia.
um grande beijinho

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Vivian...rsss...escrever é exatamente isso, aho que sou uma lavadeira nata, dessas bem fortes, que pega a roupa e bate nas pedras, bem na beira dos rios, volta, molha e torce...pendura e deixa no sol...só não sei se os poemas ficam tão branquinhos...rsss
Show o post...Grande abraço...bjo

Giane disse...

Oi, Vivi!!!

Blogar é isso e muito mais.
É se completar, se escrever e se dizer nas palavras um do outro.
Ah, e se gostar muito também.

Sinto a Amizade em tuas palavras cada vez que postas texto novo aqui.

Maravilhosa troca essa que todos nós fazemos!


Beijos mil!!!

LuzdeLua disse...

Rs rs rs...
Hoje estava justo pensando sobre isso e vim me deparar com tua bela e rica postagem.
Talves amiga muitas pessoas esquecem que o acervo para uma boa escrita vem exatamente da leitura de outras, que podem ser boas ou nem tão boas assim. Até para formar uma opinião sobre o que se lê é preciso saber ler antes de tudo. É bem que as vezes não nos dá vontade mesmo de escrever nada, ou as palavras nos silenciam com o texto lido por nos tocar demais, e só sai um "excelente ou parabéns" porque as lágrimas acompanham mesmo (eu sou chorona demais). Têm até coisas que pensamos ser para a gente não é? E dá vontade escrever: Poxa como tu advinhastes a minha vida? Ontem passei por um e me deparei com um fato trágico e só hoje tive a coragem para deixar algo por lá, tal foi a comoção que tive que perdi o sono a noite pensando (isso que nem conheço a pessoa e que pode ser verdade ou não). Outro dia meu coração sangrava tanto que, para não decepcionar os amigos tive que recorrer a frases prontas mesmo, e por isso que me desculpem. Mas, todo blogueiro que não é leitor passa. É como aquele grande barulho de chuva ao longe. Trovoa bastante mas não chega a pingar.
Nossa, como escrevi amiga.
Mas adorei essa postagem e é assim que se faz um bom caminho.
Beijão e abração, fica bem e valeu demais.

Olavo disse...

Rs Vivi e seus tapas com luva de pelica rs
beijão

ELTON NEVES O ANJO DAS LETRAS. disse...

Concordo com o Graciliano querida,a palavra não foi feita para luzir feito ouro falso,mas para dizer realmente algo á quem lê,a mensagem tem de ser clara e objetiva,e há várias formas de fazer isso. Trabalhar um texto não é fácil,exige tempo,horas de dedicação,como o fazem as lavadeiras de Alagoas descritas pelo Graciliano Ramos neste seu post. Como me disse um amigo escritor:- Elton, talento é dez por cento só do segredo de escrever bem,o restante é pura transpiração,é trabalhar por horas á fio em cima de um paragráfo,em cima de uma frase...é isso querida,as vezes escrever é semelhante ao trabalho também do lapidador de pedras preciosas,tem de transformar a pedra bruta em jóia preciosa,o texto inicial vai se trasformando com nosso trabalho suado,vai sendo aos poucos aprimorado. Beijos em tua alma.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Tem toda razão, Vivi. E eu escrevo 9 horas por dia, como cansa. Escrevo, deixo o trabalho descansando, só o pego depois de muito tempo, reviso, deixo de molho de novo, pego outra vez, até eu achar que está bom. Chega uma hora que eu tenho de falar: "Chega! Nunca, nada é perfeito, provavelmente muita coisa passou", mas entrego assim mesmo.
Querida:
Publiquei o Soneto VIII de Shakespeare e uma crítica sintética do filme Southerland Tales. Vai lá para dar um forcinha.
Beijo, Renata

Círculo Literário disse...

´Pe sempre bom compartolhar seus textos , e até castigos... Sentimos saudade de sua visita!!Aparece por lá!!!
Gostamos do seu blog!!

Dauri Batisti disse...

Bela citação. Bela homenagem aos blogueiros, os que lêem, como você disse. Blogar é isto...

Um beijo

Lucí disse...

Realmente escrever tem que ter esse cuidado, até em nossos blogs.. imagina quando entramos em outro.

Eu sempre procuro entender o que leio e se não tenho tempo pra ler eu nem comento.

Minha intenção não é recorde de visitas e sim partilhar sentimentos e conhecimento.

*Adorei*

Bjooooosss

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Vivian!

Você tem razão, como sempre.

Um beijo com carinho!!!

Edna Federico disse...

Escrever realmente é uma arte e um prazer sem fim.
Tem meme pra você lá.
Beijo

Quase Trinta disse...

Oi querida, por isso ando sumida do seu cantinho(e de todos que gosto de frequentar), por falta de tempo de parar, sentar e poder ler e refletir sobre os textos que escreve.

beijos
te adoro muito

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Ai palavras, ai palavras, que estranha potência a vossa!
Respeito o poder das palavras... E me deixo levar por elas!
beijos e borboleteios Vivi

Claudia Goulart disse...

Por um momento pensei: é assim que se deve fazer. Depois achei que seria melhor ao se escrever um livro. No dia-a-dia, postar no blog pra mim é mais importante que seja verdadeiro, que eu me encante, me divirta e faça diversão e nem sempre é tão elaborado. Nem sempre chega a perfeição.
Depois li de quem eram as sábias palavras e tava tudo explicado.
Num livro cabe perfeitamente.
bjs

Daniella Paula disse...

Mestre Graça! Perfeito.
E você tem razão... Lispector dizia que apesar de escrever para se "salvar", ela também queria "salvar" com a palavra dela. Esse salvar só é válido se for lido e principalmente sentido.

Cheiros!

PreDatado disse...

Eu concordo com Graciliano. De facto escrever tem de ser tão cuidado como lavar a roupa pelas Alagoanas. E deve-se até enxaguar as palavras. Só depois dependura-las aqui (ou noutro varal) para que todos possam ver a alvura em que a saponária as deixou.

Beijo e espero que tenha gostado de visitar o meu blog. É que eu de vez em quando também lá coloco as minhas letras alinhadas no varal.

Betty Branco Martins disse...

.querida ______Vivian





adoro a escrita de Graciliano Ramos



____este texto de facto diz tudo




a arte de escrever_____não é "vomitar" palavras



quantas vezes se escreve____a ir mesmo ao fundo_________a "escrita que dói" escrever de verdade não é uma tarefa fácil!





.e quantas vezes as pessoas nem olham para o texto



e vai daí_____fazem qualquer comentário





.só. que quem escreve sabe que não foi lido_____...







excelente post. PARABÉNS!:)







beijO____C_____carinhO

Sheila disse...

é justamente por isso que quando não estou me sentindo bem faço meu retiro. Não gosto de passear apenas pelos blogs fingindo que estou lendo o que a pessoa teve tanto trabalho para expressar, e quem de fato gosta de blogar não expõe palavras vãs como versinhos infantis. Bom 'protesto'! Beijos amore mio.

Pelos caminhos da vida. disse...

Passando aqui e deixando um abraço para vc amiga.

bjs.

Déia Arakaki disse...

Oi Queridaaa, primeiramente muito obrigada por pegar o mapa da minha "Casinha" virtual (blog) rs e me visitar viu!!
Nossa eu tambem de cara entrei aqui e adorei sua postagem sobre "A Arte de Escrever" de Graciliano Ramos.
Na minha opiniao escrever é a arte de colocar no papel pensamentos, convicções, sentimentos e ate porque não dizer liçoes de vida ne..
Parabens pela postagem e espero sempre ve-la na minha casinha virtual rs.

Beijos Querida !!
E mais uma vez obrigada pela visista

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bom dia, minha querida amiga:
Vc não vai ao meu Blog hoje? Tem música dedicada a você, resenha de filme, poemas, soneto de Shakespeare, etc. É no Poemas e Canções.
Beijos, meu ídolo,
Renata

Multiolhares disse...

Sabes até aqui nos cantinhos nós sentimos como o mundo esta egocêntrico, no dia a dia vemos que ninguém quer escutar ninguém e se dão 5 minutos de atenção é porque esperam receber 20, e por aqui muitos seres fazem o mesmo, querem atenção para o que escrevem, mas não respeitam quem escreve
beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Vivian, bela postagem, um puxão de orelhas como quando andavamos na escola... Muito bem dito Amiga... Quem escreve assim diz a verdade pura e simples... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Daniel Savio disse...

Eu sempre leio, mas agora chegar a mesma conclusão que autor, já fica dificil...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fica com Deus, menina Vivi.
Um abraço.

Carla P.S. disse...

Estive recentemente em Alagoas, foi tocante isso tudo... Gostei de tudo, me sinto bem aqui. Aceite um cafezinho. Qualquer hora dessas posso te adicionar no msn?
Beijão.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Escrever é como lapidar pedras preciosas,há pessoas que são mais hábeis e logo encontram a jóia e lhe dão o polimento certo;já outras,menos habilidosas encontram certo brilho sem saber ao certo como lapidar...

Concordo com você,blogar é trocar e trocando vamos aprendendo uns com os outros.Alguns,como você,nos dão verdadeiras aulas...

Um beijo,Sonia Regina.

Euzer Lopes disse...

Um dia vou querer que meu blog seja igual ao seu.
Inteligente, criativo e principalmente bem escrito.
Aliás, isso é uma característica das pessoas inteligentes.
Parabéns, você acertou o erro no post sobre o São Paulo no meu blog.

Átila Siqueira. disse...

Engraçado, eu não conhecia esse texto do Graciliano, mas gostei muito. Eu escrevi um parecido outro dia, mas comparei a arte de escrever com a arte de pintar. E disse que o bom pintor não joga a tinta na tela apenas, mas trabalha cada pedaço do quadro como algo espcial e único, e que assim também devem ser as palavras em um texto. Cada palavra deve ser uma obra de arte, e o texto o seu conjunto.

Quanto as pessoas que não lêem e comentam nos blogs, acho que vai da consciência de cada um isso. Eu, pelo menos, acho legal ler. Muitas vezes leio e faço um comentário rápido, por falta de tempo, mas o legal é ler, porque se não não faz sentido nenhum comentar.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada amiga pela sua solidariedade.

bjs.

R.Vinicius disse...

Concordo com o Graciliano Ramos. O ato de escrever tem que ser essência pra quem escreve, senão passa a ser apenas um ato. Que lavemos bem a roupa de nossas linhas. :)

Abraço,

R.Vinicius

Véu de Maya disse...

palavras são cristais...sempre encantadora...Vivi...
xi-coração pra si...

Simples Assim... disse...

"A palavra não foi feita para enfeitar,
brilhar como ouro falso;
a palavra foi feita
para dizer."

Normalmente não tenho muitos problemas com desperdícios. Não sou lá muito comedida. Prefiro os excessos ao nada, ao ostracismo, à economia mesquinha. Falo daquele excesso com vida, com vontade, falo do desperdício pelo uso demasiado, pelo exagero, feito torrente que de tanta força fica difícil controlar.

Agora, há um desperdício (e acho que esse é o verdadeiro desperdício) que realmente me faz lamentar. O desperdício vazio, sem serventia, como resultado do nada. Tipo torneira vazando, entende? E é justamente isso que sinto quando leio algumas coisa, desperdício de palavras. Não pela qualidade (ou falta de), mas por ficar claro que a pessoa só quis marcar presença, dizer que está ou esteve lá.

Posso ser extremista, mas acredito mesmo que palavras são dádivas. Não que devam ser usadas com pudor, não que não possam expressar os mais baixos do sentimentos, dos pensamentos, muito pelo contrário, não só podem como devem. Mas nunca vou achar normal desperdiçar palavras com o vazio, com algo que já nasça morto.

P.S.: São realmente interessantes as coincidências que acontecem nessa teia virtual. Acabo sempre ficando encantada com essas coisas, especialmente quando o que nos liga é algo tão rico quanto os escritos de Graciliano.

Don Oleari disse...

Bem, Vivian, só decidi postar umas linhas depois de ler sua postagem - e reler atentamente - e ler todos os comentários dos seus parceiros. Concordo com a Daniela Paula ao mencionar a Lispector - escrever para "se salvar", mas também "salvar" com sua palavra. É isso.Programa para ler e leio - não dou só uma "passadinha", como parece ser costume pelaí...
Abraço do Oleari.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,