sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Do que vemos, ou queremos ver...

O que nós vemos das cousas
são as cousas.

Por que veríamos nós uma cousa
se houvesse outra?

Por que é que ver e ouvir seria
iludirmo-nos, se ver e ouvir
são ver e ouvir?

O essencial é saber ver, saber ver sem
estar a pensar, saber ver quando
se vê, e nem pensar quando
se vê, nem ver quando
se pensa.

Alberto Caieiro
In O Domador de Rebanhos


...pobre de nós e nossas manias de querer mudar
a essência do que se é, esquecendo-nos que
um 'cavalo' jamais será uma 'corça', ou
vice-versa, a despeito de nossos
desejos ou não.

pense nisso...

28 comentários:

Alma Inquieta disse...

Olá Vivian...

Sim, como era sábio Alberto Caeiro.

Gosto imenso de ler os heterónimos de Fernando Pessoa.

Um beijo e que tenhas um excelente final de semana.

euemmim disse...

Oi....

Muito boa esta poesia...haja reflexão...a única verdade é que temos que dar nomes certos aos burros certos...

bjos!

Zil

HSLO disse...

nem tudo podemos mudar...né mesmo amiga Vivian.


abraços

Hugo

Daniel Savio disse...

É o mal de quem quer o céu, mesmo esquecendo de se firmar no mundo próprio...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

legalmente loira... disse...

querida vivian,
otima esta poesia!!bela refleção nos passa.
Inventamos nosso proprio palco para representar no nosso maior espetáculo, nossa VIDA!!

Beijos....otimo final de semana....

. intemporal . disse...

.

. para mim, álvaro de campos é uma rota, um traçado, quase desde o dia primeiro .

. alberto caeiro está, como sempre muito bem, na visão mais inata do mundo .

.

. por ora fecundo .

.

. um beijo meu .

.

piedadevieira disse...

Concordo, sim,o essencial é saber ver, mesmo de olhos fechados, ver com a alma é sentir.
Como Pessoa, dentro de nós existem mil olhares. Quem dera pudéssemos usar alguns apenas.
Beijos de olhares.

AFRICA EM POESIA disse...

VIVIAN
Obrigada amiga pela tua presença e palavras bonitas.
vou continuar a deixar um pouco da minha poesia.
um beijinho



SORRIR



Sorri...
Sorri sempre...
Aproveita...
A Vida...
O Sol...
O Amor...
E vai srrindo...
Olha o belo...
Olha o lindo...
E continua a sorrir...
Faz da vida...
O teu grande sorriso...
Pois é muito bom...
Saber sempre sorrir...

LILI LARANJO

JB disse...

Deixou aqui uma verdade inegável!!!

Parabéns pelo post!
(e que vontade tenho de soltar esse cavalo, meu Deus!!!)

beijinho

Gilbamar disse...

Nem sempre o querer é determinante para que algo aconteça, por vezes o imprevisível é muito mais repentino. Há olhos que veem mais que os materiais, como os nascidos no coração.

Abraços poéticos.

diariodumapsi disse...

Ei Viviam!
Sempre nos trazendo belas reflexões!
Somos aquilo que somos, mas sabe que algumas vezes esquecemos a nossa essência?
Bom final de semana
Gd beijo

Pensador disse...

É tolice querermos que as coisas sejam o que não são porque as desejamos diferentes, concordo.
Mas, muitas vezes, para ver é necessário saber ver.
Algumas vezes, é preciso ver para crer, mas em outras, somente crendo para ver.

tossan disse...

Ando super ocupado reformando a casa, mas não pra mim entende? Pra quem mora nela. Diferente! Beijo moça

Franck disse...

Seu post lembrou-me de uma aula que tive qdo fiz uma pós-graduação, não lembro a disciplina, mas o professor dizia que nós que criavamos as coisas, por ex, a parede a nossa frente existia pq achavamos que existia...que achas?
Obg por ter enviado o midi, tentarei colocar no blog...
Bjs e um bom fim de semana!

Mai disse...

Ou talvez a cada um caiba a responsabilidade sobre suas próprias coisas e o destino delas.

Mas alguma reflexão sempre é necessária.

beijos, querida.

Sonhadora disse...

Minha querida
Muitas vezes o nosso querer, só por si não chega a vida nos leva noutras direcções.
adorei.

Beijinhos
Sonhadora

Suziley disse...

Sábio Alberto Caeiro (Fernando Pessoa). Precisamos ver e ouvir a simplicidade dos seres, do existir. Obrigada pela partilha Vivian, adorei! Ótimo sábado, ótimom final de semana, beijos ;)

Juliana Lira disse...

É fato! rsrsrs

Mas sonhar não custa nada não é? rsrs Gosto de vê melhor que é...E as vezes tenho o péssimo hábito de ver pior também.

Vou tentar melhorar minhas vistas


Milhões de beijos

ROSANA VENTURA disse...

..é...infelizmente,ou felizmente, as vezes, algumas coisas, ou algumas pesoas, simplesmente não mudam...isto é fato!
bjossssssss

in natura disse...

É pra pensar muito mesmo. Que o seu blog é show eu não preciso nem pensar. Gostei do lalala... Beijuss

Matheus W. disse...

Eis que lá está Caeiro a contrarias nosso sábio Platão e seu Mito da Caverna.
Me vem então a dúvida, acreditar no poeta ou no filósofo?
Fico com o primeiro, pelo menos ele me enfeita os dias e teu blog!

Beijos

Ana Martins disse...

Boa noite Vivian,
para pensar e interiorizar, gostei muito!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Andradarte disse...

Muito complicado..Dá que pensar..
Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
um profundo post,
,
ninguem, ninguem,
poderá mudar o mundo,
ninguem, ninguem,
mudará a sua essencia !
,
conchinhas,
ficam,
,
*

Hana disse...

Verdade nossa mania de querer mudar o que não precisa, e o que é necessario mudar fica igual, aki te leio aki te sigo, adorei aki, abração.
com carinho
Hana

Carmo disse...

Alberto Caeiro, um dos meus heterónimos preferidos de Fernando Pessoa, obriga por trazê-lo aqui.
Beijinhos
Boa semana

Multiolhares disse...

quando vimos com os olhos do pensamento, inventamos, quando vimos com os olhos da alma descobrimos a essência o real
Bj

myra disse...

voce sempre coloca plavras tao sabias, minha linda Vivian!!!
parabens mais vezes!!!!
beijosssssssssssss