segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

E o "teto" cai!!

O poeta pena quando cai o pano
E o pano cai
Um sorriso por ingresso
Falta assunto, falta acesso
Talento traduzido em cédula
E a cédula tronco é a cédula mãe solteira.
O poeta pena quando cai o pano
E o pano cai
Acordes em oferta, cordel em promoção
A Prosa presa em papel de bala
Música rara em liquidação.
E quando o nó cegar
Deixa desatar em nós
Solta a prosa presa
A Luz acesa
Lá se dorme um Sol em mim menor.
Eu sinto que sei que sou um tanto bem maior.
O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
A porcentagem e o verso rifa, tarifa e refrão
Talento provado em papel moeda
Poesia metamorfoseada em cifrão.
O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
Meu museu em obras, obras em leilão
Atalhos, retalhos, sobras
A matemática da arte em papel de pão.
E quando o nó cegar
Deixa desatar em nós
Solta a prosa presa
A luz acesa
Já se abre um sol em mim maior.
Eu sinto que sei que sou um tanto bem maior.
Teatro Mágico


" os 'pa$tore$' penam quando o (teto) cai"
...eu sei que alguns amigos que me visitam
podem não estar entendendo este post,
principalmente nossos irmãos portugueses,
que talvez não tenham conhecimento sobre
o desabamento total do teto de uma das Igrejas
Renascer em Cristo
cujos fundadores encontram-se cumprindo pena
nos Estados Unidos, acusados de crime financeiro.
por quê será, não?

25 comentários:

D.Ramírez disse...

Lá se dorme um Sol em mim menor.

Já se abre um sol em mim maior.

Essa "ponte" que vc fez na sua poesia foi inteligente e linda.

Coisa linda demais!!!!

Besitos

Carla P.S. disse...

Ah sempre cai.
O pano do caráter, o monetário..
Perdoem-me os adeptos mas lembrei de uma piadinha...
"Igreja Universal. Nem parece banco"
Um café, descontraído.

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Adoooooooooooooooooro teatro mágico!!!
Eu sinto que sei que sou um tanto bem maior...
Deve ser amor...

beijos e borboleteios

Tata disse...

Oi Vivi,

Com certeza quando as coisas caem, tem que se lembrar de ter esperança e fazer com que os sol brilhe novamente.

bjibhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Para quem é uma negação em interpretação de texto assim como eu(vc complica minha vida),o que posso dizer:lindo

Um gde abraço amiga.

beijooo.

Déia Arakaki disse...

Oi lindeza...

Lindo texto do teatro mágico!!

Afinal : Todos penam quando o pano cai!!

beijos

paula barros disse...

E eu tentando entender. Agora que lembrei da reportagem.

E nosso encontros de madrugada se anteciparam. rsrsr

Muito interessante.

abraços

Nanda Assis disse...

smos maior que qualquer coisa, sim, e o poema esta lindo, e o sol maior em mim, ta brilhando sempre.

bjosss...

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA VIVI, O PANO CAI E LOGO APARECE AQUELE SER, AQUELE ACTOR QUE SALTOU DO PALCO PARA A ITERNIDADE... GOSTEI!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Márcio Ahimsa disse...

Coisa bonita essa, Vivian, de magia, de brincadeira, mas com uma seriedade por trás, o brincar ralhando com quem veste a máscara das coisas sem sentido... A beleza está mesmo é aqui, metaforizada em poema, em rimas e aliterções em tom de brincadeira.

Beijos, querida.

Daniel Savio disse...

Bela poesia.

Infelizmente, não é só os pastores pena quando o teto cai, isso que é triste.

Fica com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Se caiu é porque o teto era de vidro, e dos seus donsos o que caiu não foi o pano, foi a máscara, tanto é que foram presos.
Beijos Vivi,
Renata

tossan disse...

Um dos poema mais lindo e verdadeiro que já li! Uma das tuas melhores postagens.
Eles estão pagando lá nos Estados Unidos, por aqui a impunidade..Bom mas este é um outro assunto.
Os fiéis é que pagam com a vida!
Depois desses, outros falsos profetas virão mais e mais, já fomos avisados disso. Só cai quem quer ou não sabe. Beijo

Nela disse...

Querida Ví, desconhecia de facto o que assinalou, é triste quando as pessoas têm uma "obrigação" a cumprir e não o fazem, é só saber ver, arranjar edificar se fôr o caso depois quando caí, tudo se perde, amiga aqui tb, há muitos edifícios históricos, a precisarem de ser arranjados, as igrejas, mesmo assim vão arranjando, embora ás x tarde de mais, pq, entretanto já levaram azulejos raros, lindos, e outras coisas mais, e porquê? porque o governo não deita a mão, não se importa, que coisas tão belas que fazem parte da nossa história, fazem parte de nós caiam...Minha queridinha e terna amiga, espero que esteja tudo bem consigo, beijoooo sincero de quem ásX não a visita logo, mas nunca a esquece, boa semana minha Deusa.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Vivian!

Triste pensar na tragédia; mas, mais triste é pensar que a boa fé das pessoas é manipulada sem qualquer escrúpulo.

Lindo o seu texto, com o sentimento que lhe é peculiar.

Um beijo com todo o carinho!!!

Eduardo Miguel disse...

- MaraVIVIlhosa!!! obrigado.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Vivian!Este universo de blogs é mágico,parece que os pensamentos se entrelaçam.Hoje mesmo pensei no desabamento da igreja como uma forma de trazer seus fundadores a refletirem em responsabilidades,inclusive das vidas e pessoas feridas por seguirem suas palavras vãs.

O poema é MARAVILHOSO e eu o lia e não estava entendendo muito bem o porquê...

Você é divina e sábia!Faz todos enxergarem verdades cruas com lindas palavras!

Beijos de admiração,Sonia Regina.

Olhos de mel disse...

Oie querida, obrigada pela visita! Quanta verdade em sua prosa poética, viu? Um dia pano cai, sim! A verdade aparece, o pecador padece e o homem, por fim amadurece...
Boa semana! Beijos

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Amiga, estou honrada com a tua visita no nosso espaço (eu ainda corrigia o texto); era uma história que já vinha amadurecendo há muito tempo sobre o preconceito aos que têm preferências afetivas diversas. Para esses, os tetos também caem sempre, principalmente quando são "acusados" de aidéticos.
Sabe, esse seu Poema é um Grito que gostaríamos que todos ouvissem, já não é de hoje que tetos de igrejas evangélicas caem exterminando suas "ovelhinhas".
Descaso, tragédia e vergonha, essa tríade nos acompanha de perto...
Deus te abençoe, Vivian!!!Bjs

Gleidston dias disse...

É realmente de entristecer por ver tamanha tragedia, do teto,e da mentalidade de algumas pessoas,parabens por esse belissimo texto bravo bravo!!!

otima semana pra voce.

bjsss

HSLO disse...

Sim! Clarice veio e deve ficar...ela abala minha alma.

Gosto da sua passagem por lá...viu. E amo quando eu passo por aqui___eu me desenvolvo mais.


abraços

Cleo disse...

É uma tragédia, e os pobres fiéis é que sofrem. Mas magnífica tua poesia, bravo prá você nesta construção do poema.
Beijos carinhosos e linda semana.
Cleo

Giane disse...

Oi, Vivi!!!

Como eu disse para minha família:

"Deus é fiel". Aliás, "fidelíssimo"...

Beijos mil!!!

PS:Você também curte o Teatro Mágico?

tesco disse...

Um belo poema, em estética e em sentido. Reflete a vida. Já no caso do desabamento, sem deixar de lamentá-lo, precisamos enfocar os aspectos positivos. Minutos antes uma multdão se aglomerava ali. E, dos cerca de 150 que estavam na ocasião, menos dez por cento morreu. A Providência Divina vela por nós, mesmo nos recantos mais duvidosos. _Beijos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,