sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

A Inutilidade de Guerras e Revoluções


As guerras e as revoluções - há sempre uma ou outra
em curso, chegam, na leitura dos seus efeitos,
a causar não horror mas tédio.

Não é a crueldade de todos aqueles mortos e feridos,
o sacrifício de todos os que morrem batendo-se,
ou são mortos sem que batam, que pesa
duramente na alma:
é a estupidez que sacrifica vidas e heveres
a qualquer coisa inevitavelmente inútil.

Todos os ideais e todas as ambições são um
desvairio de comadres homens.
Não há império que valha que por ele
se parta uma boneca de criança.
Não há ideal que mereça o sacrifício de
um comboio de lata.

Que império é útil ou que ideal profícuo?

Tudo é humanidade, e a humanidade é sempre
a mesma variável mas inaperfeiçoável,
oscilante mas improgressiva.

Perante o curso inimplorável das coisas,
a vida que tivemos sem saber como
e perderemos sem saber quando, o jogo de
mil xadrezes que é a vida em comum e luta,
o tédio de contemplar sem utilidade o que
se não realiza nunca - que pode fazer o sábio
senão pedir o repouso, o não ter
que pensar em viver, pois basta ter que viver,
um pouco de lugar ao sol e ao ar e
ao menos o sonho de que há paz
do lado de lá dos montes.

Fernando Pessoa
in: 'Livro do Desassossego'

....este planeta é tão lindo, e o homem,
este ser 'inteligente' não se dá
conta do presente que
Deus lhes deu.

pense...






31 comentários:

paula barros disse...

Cada dia fica mais abismada com essa "inteligência" nossa. Na passagem do ano, bem pude verificar, muitas.

abraços carinhosos, um ano bom.

Miguel Barroso disse...

Intemporal tempestuoso



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

silvioafonso disse...

.

Ela não saiu do quarto, não foi às compras e abriu mão do cinema. Não aceitou convite para jantar e a igreja ficou sem a presença dela. Por que teria a bela moça optado pelo cárcere em detrimento do lazer? Temo por achar que isto só aconteceu porque o palhaço não tinha postado as suas palavras no blog do amor. Eu peco, quem sabe, em achar isto ou aquilo, mas depois que o seu perfume foi sentido entre as flores e as borboletas foi que eu a vi, despida de medo e de vergonha, na minha página, lendo os meus escritos e pondo, no meu ombro, a mão do entendimento e da amizade.

FELIZ ANO NOVO.

silvioafonso



.


.

Paula Menna Barreto Hall disse...

Enlouquecedora a idéia que o Planeta vive em guerra. Imagino se um dia haverá paz......

§ρΗІПЖ disse...

Adorei seu blog, e a partir de agora seguirei também, é sempre bom enriquecer nossa cultura com coisas boas, e fico feliz em saber que existe um espaço como o teu.

Um grande abraço e FELIZ 2009!!

§ρΗІПЖ

Delfim Peixoto disse...

Pensei... Bom 2009

Sun(shine) , «3 disse...

Tentam exterminar a guerra com mais guerra.
Em vez de se manifestarem a favor da paz, fazem manifestações contra a guerra. Gerando, inevitavelmente, mais guerra.

Eu, sinceramente, já nem sei o que pensar. O que anseio mesmo, é o Quinto Império invocado por Pessoa, este sim, faria o mundo mudar

beijinhos*

Pelos caminhos da vida. disse...

Paz ao planeta é o que espero.

beijooo.

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Vivian... O homem é inteligente, mas a ganância é ainda maior, fazem guerras para depois puderem fabricar armas, etc........ Um grande abraço de carinho,
Fernandinha

Gleidston dias disse...

Lá se foi a fraternidade...hoje? bem hoje seu poema fez-me pensar...

2009 de coisas boas pra voce.

big bjs!!!

Thiago L. disse...

Será que somos inteligentes o bastante para nos dar conta do que Deus nos deu?

:/
Beijos Vivi

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Vivian!Os homens destroem seus semelhantes pelo prazer de pensar que possuem este poder e como o poema diz torna-se tedioso escutar-se tanta desgraça.

Quem sabe este ano nos traga a compreensão que desejamos para toda a humanidade.

Um beijo,Sonia Regina.

Mai disse...

Sim, Vivian, há que pensarmos e repensarmos o mundo, e sobre ele, o amor aos semelhantes, o perdão, a cessaçção dos atavismos que perpetuam a vilania e a matança, com o sobrenome de Guerra...


Amiga, sempre me ensejas um pensar humanitário e espiritual.

Muito carinho, sempre.

tossan disse...

O homem suja e destroi o seu próprio templo, o seu paraíso, o mesmo que Fernando Pessoa diz em seus poemas. E vc nos alerta sobre este tema tão bem e com outra foto linda. Beijo

Márcio Ahimsa disse...

...esse mundo é um vão desassossego de almas em prantos, de corações em dor, pois já esqueceram o amor, já esqueceram as bonecas e os gravetos no chão, mas há esperança, simplesmente há esperança quando a dança
se faz presente em nossas pernas
de criança...

Beijos, Vivian, feliz por entrar um ano novo por aqui com pessoas como você.

Beijos, querida.

Bandys disse...

Vivian,
O homem não se da conta as vezes de Deus!


Amei o complemento da poesia, rsrsrs, se quiser fazer uma dupla...

Beijos minha linda

Daniel Savio disse...

Ao ler a sua postagem coletiva que a Luma (http://luzdeluma.blogspot.com/) e outras pessoas participaram sobre o dia dos direitos humanos (senão me falha a memória).

Mas acho que o tipo de "guerra / revolução" que travamos acaba medido quando falta para nós evlouirmos realmente, só quando realmente quando uma guerra se tornar um fórum para discursão de idéia poderemos dizer que evoluirmos.

Fica com Deus, senhorita Vivian.
Um abraço.

Daniel Savio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Andre Martin disse...




"Se lugares sagrados são poupados das agruras da guerra, então tornem sagrados todos os lugares.
E se pessoas santas devem ser mantidas a salvo das guerras, então tornem santas todas as pessoas!"
Norrin Radd, o Surfista Prateado

Nanda Assis disse...

odeio guerra de todos os generos.
bem falado amiga.

bjosss...

Pelos caminhos da vida. disse...

Fim de semana de luz.

beijooo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Desde que o mundo é mundo, há e haverá guerras. O homem é, fundamentalmente, contraditório. faz o bem, um minuto depois mata. Não creio que haja solução para isso.
Vivi:
Postei em todos os meus Blogues, menos no Galeria. Dá uma passadinha lá e confira.
Um beijo,
Renata

silvioafonso disse...

.


Sinto, ainda, a brisa que acaricia a minha face, e brinca nos caracóis dos seus cabelos. Brisa menina, aragem mocinha, vento mulher. Sopre para trás os cabelos da criança, esmague o vestido branco contra o corpo da moça e insinue as curva, crie a fantasia nos desejos da mulher.
Vento cúmplice dos sonhos e do pecado. Vento que cheira a gaivota buscando o peixe na orla, no barco. Vento que limpa os céus ou traz a chuva. Vento que esconde a folha, fujona, no outono. Vento que me faz lembrar da criatura que me tira o sono e me deixa sonhando, sem dormir.

silvioafonso





.

Monday disse...

talvez o grande problema do homem é achar que existem cantinhos particulares, sejam castas, times, bairros, cidades, povos ou países ... não que não existam, mas com certeza são muito pouco perto de toda a magnitude do planeta ...

Humana disse...

Penso sim Vivian!
Que o homem usa o que tem de melhor para se auto-destruir.Onde vamos parar?Não sei...
Beijos querida.

Juliana Lira disse...

Viv

Como seria bom se pudessemos apenas viver a paz.
E eu acabo sempre com uma ruguinha a mais quando vejo notícias de Israel e da Palestina.
Mas vamos por um dia de cada vez,um dia o homem aprende, espero que não seja tarde.

Amor, Jú

Átila Siqueira. disse...

Concordo contigo, amiga, esse planeta é lindo, e o homem nem sempre se dá conta disso. Mas, não creio que todas as revoluções sejam inúteis. Ao meu ver, há sim idéias pelas quais vale a pena se dar a vida.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Tiê Porã disse...

são só pensamentos e perguntas
algumas duvidas e cogitações ... numa busca pelo entendimento de quem comete tal ato.

- acompanhamento siginifica interesse no seu blog-

por que está interessada no meu?
algumas coisas que escrevo acho besta e insensato!

- beijoss viv..

xistosa - (josé torres) disse...

Vou divagar um pouco.

Antes do mais, não tenho o meu computador e estou com um disco emprestado que o meu aborreceu-se de me aturar e foi à vida ... dele.

"Perante o curso inimplorável das coisas ..."

Diga-me se é defensora da pena de morte?

(Depois de ver o que lhe enviei para o e-mail, pois não sei colocar no blog.

Pais que matam filhos, filhos que estrangulam pais.

A vida na Terra está a tornar-se muito difícil com o homem, esse ser inteligente ...

Diga-me qual é o deus daqueles "animais"!

Ou a religião que depois da católica, durante o nazismo, incentiva aquela animalesca cena?

Alguém que me diga que o mundo está controlado!

poematar disse...

Gostei de ver aí o Bernardo. O "homem ganancioso" perdeu, há muito, o sentido da decência e só acredita na violância de qualquer tipo para satisfazer o seu ego.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,