quinta-feira, 17 de março de 2011

Nada de Coitadinho!

Nascido em Ituiutaba (MG), em 1 de Novembro
de 1939, tendo desencarnado em 25 de
Novembro de 1989, a vida do médium
Jerônimo Mendonça foi um exemplo
de superação de limites.

Totalmente paralítico há mais de trinta anos,
sem mover nem o pescoço, cego há mais de
vinte anos, com artrite reumatóide que
lhe dava dores terríveis no peito e em
todo o corpo, era levado por mãos
amigas por todo o Brasil a fora
para proferir palestras.

Foi tão grande o seu exemplo que foi
apelidado pelos amigos e pele imprensa,
de "O Gigante Deitado".

Mas, houve uma época, em meados de 1960,
quando ainda enxergava, que Jerônimo
quase desencarnou.

Uma hemorragia acentuada, das
vias urinárias, o acometeu.

Estava internado num hospital de Ituiutaba
quando o médico, amigo, chamou seus
companheiros espíritas que ali
estavam dizendo-lhes que o
caso não tinha solução.

A hemorragia não cedia, e que
portanto, Jerônimo iria
desencarnar.

- Doutor, será que podemos pelo menos
levá-lo até Uberaba, para despedir-se
de Chico Xavier?

Eles são muitos amigos.

- Só se for de avião.

De carro ele morre no
meio do caminho.

Um de seus amigos tinha avião.

Levaram-no para Uberaba.

O lençol que o cobria era branco.

Quando chegaram a Uberaba, estava
vermelho, tinto de sangue.

Chegaram à Comunhão Espírita,
onde o Chico trabalhava então.


Naquela hora ele não estava, participava de
trabalho de peregrinação, visita fraterna,
levando o pão e o evangelho aos
pobres e doentes.

Ao chegar, vendo o amigo vermelho
de sangue disse o Chico:

- Olha só quem está nos visitando!

O Jerônimo!

Está parecendo uma ROSA VERMELHA!

Vamos todos dar uma beijo nessa rosa,
mas com muito cuidado para ela
não "despetalar".

Um a um os companheiros passavam e
lhe davam um suave beijo no rosto.

Ele sentia a vibração da energia fluídica
que recebia em cada beijo.

Finalmente, Chico deu-lhe um beijo,
colocando a mão no seu abdome,
permanecendo assim por alguns
minutos.

Era a sensação de um choque de alta
voltagem saindo da mão de Chico,
o que Jerônimo percebeu.

A hemorragia parou.

Ele que, fraco, havia ido ali se
despedir, para desencarnar,
acabou fazendo a explanação
evangélica, a pedido de
Chico.

Em seguida vem a explicação:

- Você sabe o porquê desta
hemorragia, Jerônimo?

- Não, Chico.

- Foi porque você aceitou o "Coitadinho".

Coitadinho do Jerônimo, coitadinho...

Você desenvolveu a autopiedade.

Começou a ter dó de você mesmo.

Isso gerou um processo destrutivo.

O seu pensamento negativo,
fluidicamente interferiu
no seu corpo físico,
gerando a lesão.

Doravante, Jerônimo, vença
o coitadinho.

Tenha bom ânimo, alegre-se, cante,
brinque, para que os outros não
sintam piedade de você.

Ele seguiu o conselho.

A partir de então, após as palestras,
ele cantava e contava histórias
hilariantes sobre as suas
dificuldades.

A maioria das pessoas esquecia,
nestes momentos, que ele era
cego e paralítico.

Tornava-se igual aos sadios.

Vencendo o "COITADINHO"
sobreviveu
quase trinta anos, após a hemorragia "fatal".

Que essa história nos seja um exemplo, para
que nos momentos difíceis tenhamos bom
ânimo, vencendo a nossa tendência
natural de autopiedade e
esmorecimento.

Extraído do Jornal Espírita

Setembro de 2007

19 comentários:

Andradarte disse...

Não sei nada de espíritas, mas talvez precise exorcizar um 'coitadinho'....
Beijo

chica disse...

Que maravilha de mensagem.

Chico foi maravilhoso e soube como ninguém ser GENTE...


Lindo, emocionante!

beijos e obrigado por trazer uma mensagem tão linda! chica

MM - Lisboa disse...

Lições de vida e de sabedoria!
Obrigada!

Isa Mar disse...

Chica querida, que bom conhecer mais esse blog teu, adorei!
Sobre a postagem...maravilhosa, tenho tentado passar essa confiança aos meus leitores, sobre deixar de lado a síndrome da auto piedade e do coitadinho
Um grande exemplo de vida do Jerônimo, e o Chico? sem comentários né amiga? uma alma maravilhosa que deixou grandes ensinamentos e exemplos de humildade
Beijos pra ti e ótima tarde!

Isa disse...

Um exemplo de Vida!
Comovente a "estória".
Beijo.
isa.

mfc disse...

É preciso sempre acreditar!
Acreditar dá uma força imensa!

Isa Mar disse...

Vixe, é isso que dá fazer as coisas correndo tudo kkkkk
Vivian, sou amiga da Chica e pensei que o blog fosse dela rsss ela tem tantos que nem reparei
Prazer em conhecer esse espaço, estarei sempre por aqui também
Beijos no coração!

Luís Coelho disse...

Uns chamam-lhes espíritas outros chamam-lhe FÉ.
Quem tem essa força interior vencerá.
Essa força interior é o que nos dá a vida e a coragem para enfrentarmos todas as situações.

Zininha disse...

Oi minha querida do zóio azulzinho... saudades, vim atrás de muahsss...ainda tem pra mim, unzinho só????


Beijos...

Vivian disse...

Bom dia,Vivian!!

Linda história, me deixou arrepiada!!
A hitória da vida do Chico mudou meu modo de ver o mundo!!
Eu fugi da herança de família!!
Ser coitadinha, é péssimo!!E não leva a nada!!
Nem sempre as coisas são fáceis, mas se assim são, tem um bom motivo!!
Tudo na vida é aprendizagem!!
Bela lição de vida!!
Vou lembrar sempre dela!!
Beijos
Bom final de semana!!

myra disse...

que enorme liçao!!!!!
eu acho que é isto mesmo!!!!!
e obrigada pleas lindissimas fotos que me mandou, beijos minha linda Vivian

Eduardo Miguel disse...

Passar em visita e letras aqui oportunidades de muito e mais! lá só gratidão pela amizade e palavras, bacana demais, beijo grande e admiração sempre Vivi!

Sylvia Rosa disse...

Só o CHICO mesmo , com aquele coraçaozinho e sentimento inigualáveis. Mais um exemplo lindo, como vc. Bj lindona
Boa noite

sandrinha disse...

Uauuuu!!!e adivinha a surpresa de hoje qual é?rsrs!eu mesma a maluketinha de sempre que nem depois de ter ficado vózinha de vez criou júizo!

agora estou também pertinho de vc amiga!aqui no blogspot e eternamente contigo!eheh!

Adoro suas publicações!tenho algo ligado também a lado espiritual de tudo...adoro este caminho também e já achei alguém ali que adoroooo Luiz Gasparetto...sempre acompanhei os programas dele e me identificava muito com tudo que ele dizia!dava cada chacoalhão em mim!quantas vezes diante de um desanimo ele me acordou!e me impulsionou para frente!

vou até adicionar o seu link na minha nova morada assim espio o Gasparetto!nem sei se ele está no ar em algum canal...aqui não passa se tiver...ver ver onde ele anda!e assistir os vídeos!sou muito fã dele mesmo!

Sempre estou lendo suas mensagem pelos e-mail!obrigado por sempre lembrar de mim!
Vc é uma amiga que não esqueço e que deixou muitas saudades na UOL!por isto sempre demoro mai apareço!agora to pertinho vui?tente me achar!mas estarei eternamente contigo!eheh!

Beijinhos!Muitos Muahsssss!!!!!

sandrinha disse...

Obs:não sei se meu endereço fica aqui mas vou deixar para vc ir espiar tá?
ontunuo com o alma e coração na uol!com o toque-me-com amor!e agora este!afff!sou doida de pedra!rsrs!

http://eternamente-contigo.blogspot.com

Franzé Oliveira disse...

Não acredito, só isso. Mas tem sua beleza.

Pelos caminhos da vida. disse...

Amizade!

Não lembro datas...
Não me dedico a fazer contas, Nem fico imaginando até quando... Simplesmente, porque amigos não são números.
Amizade é presença permitida, ausência necessária E sempre presente, Esteja longe, Esteja ao lado, Esteja onde estiver...
E o amor, que dedico a um amigo é algo sem palavras... É sorrir por dentro... chorar de emoção... Calar se preciso...

(Alice Ruiz).

FELIZ DIA DO BLOGUEIRO!

beijooo.

MLiz disse...

Bela história para nos fazer pensar e repensar nossos insensatos atos.
Foi bom passar por aqui e ler-te.
Um abraço!
MLiz

Pensador disse...

Adorei a história. Independente da orientação religiosa de cada um, é boa para se pensar.
Existe um grande engano em pensar-se que Deus deseja de nós o louvor. O que Ele realmente espera é a Atitude.
Beijos!