domingo, 25 de abril de 2010

Todo mundo sofre...


Quando o dia é longo, e a noite
A noite é somente sua
Quando você tem certeza [que] já teve
o suficiente desta vida,
Bem, persista...

Não desista de si mesmo, pois todo mundo chora
E todo mundo sofre, às vezes...

Às vezes tudo está errado,
Nesse momento é hora de cantar junto.
Quando seu dia é noite, sozinho, (Agüente, agüente)

Se você tiver vontade de desistir (Agüente....)
Se você achar que teve demais desta vida,
Bem, persista...

Pois todo mundo sofre,
Consiga conforto em seus amigos.
Todo mundo sofre...
Não se resigne, oh, não!
Não se resigne.


Quando você sentir como se estivesse sozinho.
Não, não, não, você não está sozinho...

Se você está por sua própria conta nesta vida,
Os dias e noites são longos,

Quando você sentir [que] teve demais desta vida
para persistir...

Bem, todo mundo sofre
Às vezes, todo mundo chora.
E todo mundo sofre
Às vezes...

E todo mundo sofre às vezes...
Então agüente, agüente, agüente, agüente,
agüente, agüente, agüente, agüente...

Todo mundo sofre...
Você não está sozinho...



...amo esta música do REM e quis dividí-la com vocês,
neste tranquilo domingo outonal!

15 comentários:

Multiolhares disse...

Como este poema tem força e é verdadeiro, por vezes só nos lembramos da nossa dor e esquecemos que todo o mundo sofre também
beijinhos

Juliana Lira disse...

Querida que lindo!

Musica perfeita!

Ninguém nunca está sozinho nos momentos de dor intensa, Deus está olhando por nós a todos os momentos dos mais alegres aos dolorosos...

Todo mundo sofre...

Seria tão maravilhoso se todos nos juntassemos em nossas dores e nos apoiassemos, não?

É utópia demais?

Milhões de beijos

Cleo Borges disse...

Querida Vivian, Isso é tao verdadeiro que sei o significado real de cada palavra... Creio que todos nós ja vivemos a noite nos nossos dias... E como e Bendito Quando A Luz invade nossa noite transformando tudo em melodias...
Obrigada Vivian, revivi um momento muito importante de superação...
Receba meu beijo de Fé e Espernaça,
Cléo Borges

Rosan disse...

oi Vivian.
quanta verdade, contem esta musica,
é certo que se estamos no mundo de provas e expiações, não há como não sofrer, ou chorar as vezes....o que não podemos é deixar a tristeza nos serrubar...
afinal, todos sofrem,não somos os unicos escolhidos para isso...é só olhoar pro lado, que já veremos que não somos tão infelizes assim.

beijo de luz

Isa disse...

Verdade e..."mea culpa"!
Quantas vezes esquecemos que há quem sofra mais que nós...
Beijo.
isa.

Rico Salles disse...

Todo mundo sofre em diversas e infinitas medidas e, já que é inevitável, essa semana eu desejo que a gente sofra menos, assim, leves pinceladas. BJ!

Alma Inquieta disse...

Olá querida Vivian!

Quanto tempo...!

É lindo o poema e muito profundo!

Como sempre, as tuas escolhas acertadas!

Um beijo enorme e bom domingo.

Andradarte disse...

É...temos de olhar mais além
para lá do nosso 'umbigo'.
há sempre alguém pior que nós..
Beijo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

E vamosimbóra porque fiz tudo o que podia aqui e daí e aqui euzinha e daí. Desistir, jamais dans la vie.
Amei, Vivi!
Beijos pra ti.
Boa noite

Carla Silva disse...

Encontrei seu blog meio sem querer, e tive o prazer de ler seu post. Era o que eu precisava nesse momento , pq tem hora que dá vontade de desistir :(

Lindo blog
bjim

direitinho disse...

Boa Noite
Que posso dizer-te mais....?
Aguente ...aguente...aguente
O mundo é duro, mas cada prova é um balanço para mais vida e maior esperança.
_Nada acontece por acaso...........

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Não! Não tenho medo da solidão. Já faz parte de mim e do que sou.
Um delicioso texto que ficou registado pelo encanto e beleza pura de si e do que concebe com talento e harmonia.
Gostei muito.
Catapultam-nos para nós próprios com intensidade e amor. Tentando conhecer-nos e conhecer os outros.
MUITO OBRIGADO pela amizade valiosa que é recíproca.
Beijinhos amigos de grandioso respeito e admiração.
Sempre a lê-la atentamente.

pena

Bem-Haja, preciosa amiga.
Tem Posts de autênticos sentimentos puros.
Excelente. Linda.
Bem-Haja, fabulosa amiga.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Por vezes ( ou quase sempre) a nossa dor é egoista...pensamos que é a maior do mundo inteiro.
Mas se deixarmos de olhar só para o nosso umbigo, veremos que, o que bateu á nossa porta é apenas uma gota comparada a tanto sofrimento á nossa volta...
O teu poema tem a força do encorajamento: persista...não desista...aguente...todo o mundo sofre, você não está sozinho...
Penso que todos nós gostámos de ler este apelo...
Um beijo amigo e boa semana
Graça

Liza Leal disse...

Olá Vivian!
Fui entrando devagarinho, reconheci a letra de uma música q adoro...e surpreendida c/o som da mesma! Adorei teu blog!...

=)
abço

Daniel Savio disse...

Não devemos nunca perde a vontade de viver...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.