domingo, 5 de abril de 2015

Minha Culpa...


A gasolina do meu carro
polui o atmosfera do 
meu planeta.

A química do meu banho polui 
a água do meu planeta.

O meu uso da eletricidade
despende energia do 
meu planeta.

O ar que eu expiro polui 
o meu planeta.

A minha refeição diária depende 
do ventre do  meu planeta.

As egrégoras dos meus pensamentos
navegam nos ares do meu planeta.

E até depois de deixar a matéria
precisarei  abrigá-la sob as 
entranhas do meu planeta.

...quão dependente eu sou!!

e você?

9 comentários:

Paulo Francisco disse...

Tudo polui, tudo é nocivo,,, até o bife que comemos está relacionado negativamente com a atmosfera... Vamos tentando poluir menos, economizando mais e seguindo em frente.
beijogrande

Nanda Assis disse...

o fato de me sentir culpada e mal com tudo isso já diminui a minha pena?

bjos...

brisonmattos disse...

Que mundo é esse que se tem culpa de tudo, ou se culpam outros? Eu imagino que Deus não deseja que sintamos tão culpados assim, e que viver devia ser mais leve.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Vivi, é
sempre positivo
pensar poeticamente
sobre assuntos que
não temos nada
a fazer que não a nossa
parte.
Não creio que seu texto seja
de culpa, mas sim de conscientização
sua
e ao compartilhar poeticamente
conscientiza também aos que
te lêem aqui.
Adorei apoesia!

Linda nova semana querida!

Bjins
CatiahoAlc.

Liza Leal disse...

Se cada um de nós praticarmos pequenos gestos diários, no que se diz respeito ao bom uso do Planeta, eis aí um gde salto para a humanidade.


bjo
luz e paz
L.L.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Vivian.
É, amiga.
Todos nós temos de viver, e se de algum modo prejudicamos a Ordem Cósmica também, infelizmente iremos arcar com as consequências.
Um poema belíssimo.
Quanto ao precisar das pessoas, engana-se o que diz que não precisa.
Todos somos dependentes em maior ou menor grau, ninguém vive sozinho, fato.
Beijos na alma.

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/2015/04/a-mais-intensa-dor.html


http://refugio-origens.blogspot.com.br/2015/04/repouso-by-patricia-pinna.html

VitorNani disse...

Enfim, somos a desgraça do Planeta!

O Sibarita disse...

Sua menina! kkkkk

A química do seu poema me atiça o pensamento... kkkk Culpa de quem? Das tuas palavras sem poluição!kkk

A poluição é inerente ao homem em qualquer época, né não? kkkkkk

Então, a culpa são de todos e as consequências advindas serão dos próprios homens! kkkkk

Tamos lenhados! kkkkkk

O Sibarita

Ricardo e Regina Calmon disse...

Fica triste não,minina
O Pedro Bial disse que em poucos milhões de anos,tudo legal ficará!

Saudades

Viva La Vida