terça-feira, 4 de maio de 2010

O Crachá!



Um oficial do DEA (Drug Enforcement Administration)
vai a uma fazenda, no Texas, e diz ao dono, um
velho fazendeiro:

- Preciso inspecionar sua fazenda por
suspeita de plantação de maconha!
O fazendeiro diz:
- Ok, mas não vá naquele campo ali – e aponta
para uma certa área.

O oficial retruca, indignado, retirando
um crachá do bolso:
- O senhor sabe com quem está falando?

Eu tenho poder do governo federal comigo!

Este crachá me dá autoridade de ir aonde
eu quiser e entrar em qualquer parte
da sua propriedade.

Não preciso que me indiquem o caminho!
Está claro?
Me fiz entender?

O fazendeiro, todo educado, pede desculpas
e volta-se para seus afazeres.

Poucos minutos, depois ouve uma gritaria
e vê o oficial correndo para salvar a vida,
perseguido pelo touro Montanha,
o maior da fazenda.

A cada fração de segundo, o animal está cada
vez mais perto do desesperado oficial,
que percebe não ter escapatória.

O fazendeiro larga suas ferramentas, corre,
sobe na cerca e grita a plenos pulmões:

- O CRACHÁ! MOSTRA O SEU CRACHÁ!


...recebí este texto sem assinatura de autor,
e quis dividí-lo com todos vocês.

reflitam...

(hoje estou sendo homenageada neste blog
maravilhoso, fruto de idéias de algumas
cabeças brilhantes que habitam
entre nós.


confiram...

18 comentários:

Lou Alma disse...

Ah, ah super divertida esta postagem, vim atraves do espaco aberto, parabens beijo.

Chica disse...

Dá uma linda reflexão!beijos,chica

C@urosa disse...

Olá querida Vivian muito humor de qualidade, adorei e dei boas risadas. Sempre o poder mal empregado! Parabéns pelo belo texto.

paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

Daniel Savio disse...

Já vi um texto parecido, mas se tratava de um porta aviões (que do nada tinha uma mega escolta o acompanhando) e o mesmo pedi para um farol sir do curso do mesmo...

E já vi a entrevista Vivian.

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Pensador disse...

Conhecia a piada, com "autoridade" brasileira.
Mas é mesmo uma boa piada...

Marliborges disse...

Muito bem! Há pouquíssimo tempo aconteceu aqui por essas bandas do sul, um "carteiraço", pena que não tinha o touro pra atormentar!!!
bjssss

Pelos caminhos da vida. disse...

Parabéns pelo texto, adorei ver a sua emtrevista no Espaço Aberto.

beijooo.

Tatiana disse...

Oi Vivian...
Um texto que nos mostra a realidade de muitas pessoas que por se sentirem numa situação superior não levam em consideração a opinião e sabedoria dos mais humildes.

Fico feliz demais que muitas pessoas estejam vindo aqui e conhecendo o seu blog.

Temos certeza de que boas sementes estão sendo plantadas no coração de todos!

Um beijo com meu carinho e admiração!

direitinho disse...

Oi Vivian
Já me dói a barriga de tanto riso imaginado esse durão a correr à frente do touro e depois o fazendeiro ainda ajuda à festa com aquela coisa do crachá.
Beijinhos

Canduxa disse...

Vivian,

muito boa a sua entrevista no Espaço Aberto.
Vim conhecer o seu blogue e gostei muito.
Parabéns!

este texto explica muito bem como o ego não deixa escutar o que precisamos ouvir.

um abraço com muita luz

xunandinha disse...

Lindo mesmo, parabéns pelo espaço, beijinhos

Zininha disse...

Parabéns pela homenagem...

Amigaaaa...tem um mimo pra você do dia mães... ele está te esperando e eu também...beijos...adorei os muahssss....

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Vivian...já passei tanto por isso em meu trabalho..."Você sabe quem sou eu"...tem gente que se acha né...rsrs

"a paz que me permite o
reencontro com meus ais,
e deles tirar lições
que me enriquecem a alma"

É isso ai Vivian...ainda não fui comentar lá no Espaço, mas chego lá...parabéns pelos amigos novos que estão chegando por aqui...

Um abraço na alma inexorável...rs

Andreia disse...

Olá Vivian,
adorei teu texto!
Divertido e reflexivo.
Parabéns pela entrevista no Espaço Aberto, gostei muito e vim conhecer teu lindo cantinho.
Muito fofo tudo por aqui.
Terno beijo na alma...

JoeFather disse...

Como vai?

Duas coisas:

Primeiro, a sua postagem sobre o crachá é perfeita! Creio que seja por isso que ninguém recebe logo no início de sua vida uma chave que possa abrir todas as portas! Somente com o decorrer no tempo, onde um aumento de sabedoria e responsabilidade é acumulado, temos o privilegio de sermos capazes de compreender o que de fato nos aguarda num terreno desconhecido ainda em nossa vida!

Brilhante reflexão!

Sobre sua participação como homenageada no Espaço Aberto, fiquei muito feliz em poder conhecer uma pessoa iluminada como a amiga! E comentei isso por lá também! Que sua luz nunca se apague...

Abraços renovados!

Liza Leal disse...

Mto bom!
Lembrei-me de algo q vi na Tv. A modelo entrevistada era uma das mtas em evidência, "somente no carnaval". Ela contava da experiência dramática de um assalto, e concluiu: " - O ladrão percebeu q eu não era uma pessoa comum!..."

(...)

bjo

gabyshiffer disse...

:)
Muito legal o post adorei
Vou visitar e antes...parabéns pela homenagem
Beijos

Hod disse...

Muito hilário, uma realidade nos dias de hoje, ontem e amanhã.
É dura a vida de campo pra quem não sabe pastar.

Beijo amiga,

Hod.